Desempenho agronômico de genótipos de batata-doce em função do manejo da calagem e adubação mineral - DOI:10.5039/agraria.v15i1a6311

Ronaldo Bernardino dos Santos Junior, Tancredo Augusto Feitosa de Souza, Djail Santos, Paulo Vanderlei Ferreira, Jair Tenório Cavalcante

Resumo


Objetivou-se neste estudo avaliar o desempenho agronômico, o uso de calcário e NPK em genótipos de batatadoce, nos anos de 2009 e 2010. Foi realizado um experimento utilizando-se o delineamento em blocos casualizados, com vinte e um tratamentos (sete genótipos e três combinações do uso de calcário com NPK) em três blocos. Os tratamentos foram constituídos de controle (Sem calagem e adubação mineral), manejo mínimo (Com calagem e sem adubação mineral), manejo convencional (Com calagem e adubação mineral). Foram avaliados as produtividades comerciais e total de raízes, o diâmetro de raízes comerciais, o comprimento de raízes comerciais e a produtividade da biomassa da parte aérea. Os dados foram avaliados por meio de análises de variância (teste F), e teste de Bonferroni a 5% de probabilidade. O genótipo Sergipana Branca apresentou os maiores valores para as produtividades comercial e produtividade total de raízes, diâmetro radicular e comprimento radicular. Entre os manejos estudados, ambos o manejo mínimo e o convencional promoveram incrementos em todos os componentes agronômicos avaliados. Os resultados deste estudo ressaltam a importância de considerar a prática da calagem e a adubação mineral em sistemas de produção em que se busque a obtenção de altas produtividades. Já em sistemas de agricultura familiar regional, a calagem torna-se uma prática mínima de manejo da fertilidade do solo que possa promover melhoria no rendimento de batata-doce com baixa relação custo benefício.

Palavras-chave


agricultura familiar; Ipomoea batatas L. (Lam); nutrição mineral; pH do solo; produtividade

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Cavalcante, M.; Ferreira, P. V.; Paixão, S. L.; Costa, J. G. da; Pereira, R. G.; Madalena, J. A. Desempenho agronômico, dissimilaridade genética e seleção de genitores de batata doce para hibridização. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.5, n.4, p.485-490, 2010. https://doi.org/10.5239/agraria.v5i4.816.

Cecílio Filho, A. B.; Nascimento, S. M. C.; Silva, A. S. N.; Vargas, P. F. Agronomic performance of sweet potato with different potassium fertilization rates. Horticultura Brasileira, v. 34, n. 4, p.588-592, 2016. https://doi.org/10.1590/s0102-053620160421.

Désiré, T. V.; Vivien, N. G.; Claude, S. Evaluation of different sweet potato varieties for growth, quality and yield traits under chemical fertilizer and organic amendments in sandy ferralitic soils. Academic Journals, v.12, n.48, p.3379-3388, 2017. https://doi.org/10.5897/AJAR2017.12675.

Drakopoulos, D.; Scholberg, J. M. S.; Lantinga, E. A.; Tittonell, P. A. Influence of reduced tillage and fertilization regime on crop performance and nitrogen utilization of organic potato. Organic Agriculture, v.6, n.2, p.75-87, 2016. https://doi.org/10.1007/s13165-015-0110-x.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. Brasília: Embrapa, 2013. 353 p.

Essilfie, M. E.; Ofosu-anim, J.; Dapaah, H. K.; Blay, E. T.; Norman, J. C. Yield and root quality of two sweetpotato (Ipomoea batatas [L.] Lam) varieties as influenced by chicken manure, inorganic fertilizer and storage methods. American Journal of Experimental Agriculture, v. 11, n. 2, p.1-19, 2016. https://doi.org/10.9734/AJEA/2016/22446.

Foloni, J. S. S.; Corte, A. J.; Corte, J. R. N.; Echer, F. R.; Tiritan, C. S. Adubação de cobertura na batata-doce com doses combinadas de nitrogênio e potássio. Semina, v. 34, n. 1, p.117-126, 2013. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n117.

Gibberson, D. I.; Joshua, O. S. D.; Ato, B. P.; Emmanuel, S. A.; Justice, O. Productivity and quality of orange fleshed sweet potato (Ipomoea batatas (L) Lam) as affected by irrigation and fertilizer application. Scholars Journal of Agriculture and Veterinary Sciences, v.4, n.2, p.58-67, 2017. https://doi.org/10.21276/sjavs.2017.4.2.4.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Pesquisas agropecuárias. 3.ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2018. (IBGE. Série relatórios metodológicos, v.6). https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101552.pdf. 12 Out. 2018. Leonardo, F. de A.P.; Oliveira, A.P. de; Pereira, W.E.; Silva, O.P.R.; Barros, J.R.A. Rendimento da batata-doce adubada com nitrogênio e esterco bovino. Revista Caatinga, v. 27, n. 2, p.18-23, 2014. https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/caatinga/article/view/2692/pdf_110. 12 Out. 2018.

Mahjourimajd, S.; Kuchel, H.; Langridge, P.; Okamoto, M. Evaluation of Australian wheat genotypes for response to variable nitrogen application. Plant Soil, v.399, n.1-2, p.247-255, 2016. https://doi.org/10.1007/s11104-015-2694-z.

Oliveira, A. P. de; Gondim, P. C.; Silva, O. P. R. da; Oliveira, A. N. P. de; Gondim, S. C.; Silva, J. A. Produção e teor de amido da batata-doce em cultivo sob adubação com matéria orgânica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 17, n.8, p.830-834, 2013. https://doi.org/10.1590/S1415-43662013000800005.

Oliveira, A. P. de; Silva, J. E. L. da; Pereira, W. E.; Barbosa, L. J. N.; Oliveira, A. N. P. Características produtivas da batata-doce em função de doses de P2O5, de espaçamento e de sistemas de plantio. Ciência e Agrotecnologia, v. 30, n. 4, p. 611-617, 2006. https://doi.org/10.1590/S1413-70542006000400003.

Pushpalatha, M.; Vaidya, P. H.; Adsul, P. B. Effect of graded levels of nitrogen and potassium on yield and quality of sweet potato (Ipomoea batatas L.). International Journal of Current Microbiology and Applied Sciences, v.6, n.5, p.1689-1696, 2017. https://doi.org/10.20546/ijcmas.2017.605.183.

R Core Team. R: A language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing, 2018. https://www.R-project.org. 07 Sep. 2018.

Rós, A. B.; Narita, N.; Hirata, A. C. S.; Produtividade de batata-doce e propriedades físicas e químicas de solo em função de adubação orgânica e mineral. Semina: Ciências Agrárias, v. 35, n. 1, p. 205-214, 2014. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2014v35n1p205.

Santos Neto, A. S.; Silva, T. O.; Blank, A. F.; Silva, J. O.; Araújo Filho, R. N. Produtividade de clones de batata doce em função de doses de nitrogênio. Horticultura Brasileira, v. 35, n. 3, p.445-452, 2017. https://doi.org/10.1590/s0102-053620170322.

Silveira, L. R. da; Chiesa, V. B.; Tavares, I. B.; Souza, R. C. de; Silveira, M. A. da; Alves, D. G.; Oliveira Junior, W. P. de. Caracterização físico-química de clones de batata-doce de polpa alaranjada nas condições de Palmas-TO. Estudos, v. 38, n. 2, p. 365-380. 2011. https://doi.org/10.18224/est.v38i2.2198.

Wang, W. Q.; Sardans, J.; Wang, C.; Zeng, C. S.; Tong, C.; Asensio, D.; Peñuelas, J. Ecological stoichiometry of C, N, and P of invasive Phragmites australis and native Cyperus malaccensis species in the Minjiang River tidal estuarine wetlands of China. Plant Ecology, v.216, n.6, p.809-822, 2015. https://doi.org/10. 1007/s11258-015-0469-5.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ronaldo Bernardino dos Santos Junior, Tancredo Augusto Feitosa de Souza, Djail Santos, Paulo Vanderlei Ferreira, Jair Tenório Cavalcante

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2019

h5 index: 10

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.