Envelhecimento acelerado em sementes de rúcula - DOI:10.5039/agraria.v13i4a5585

Rômulo Magno Oliveira de Freitas, Narjara Walessa Nogueira, Salvador Barros Torres, Tiago de Sousa Leite

Resumo


O presente trabalho objetivou estudar procedimentos para a condução do teste de envelhecimento acelerado e avaliação do potencial fisiológico de sementes de rúcula. Cinco lotes da cv. Cultivada e quatro da cv. Folha Larga foram inicialmente submetidos às seguintes avaliações para a caracterização das suas qualidades fisiológicas: grau de umidade, teste de germinação, primeira contagem, emergência de plântulas em campo, índice de velocidade de emergência, comprimento da parte aérea da plântula, massa seca da parte aérea da plântula, condutividade elétrica e lixiviação de potássio. Posteriormente, os mesmos lotes foram submetidos ao envelhecimento acelerado (38 e 41 ºC; 24, 48 e 72 h; com e sem o uso de solução saturada de NaCl). O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições de 50 sementes cada. O envelhecimento acelerado com solução saturada de NaCl, utilizando a combinação 41 ºC por 48 h, e o envelhecimento acelerado tradicional, com a combinação 38 ºC por 48 h, foram eficientes para separação de lotes da cv. Cultivada em diferentes níveis de vigor. Por outro lado, o envelhecimento acelerado com solução saturada de NaCl utilizando a combinação 41 ºC por 24 ou 48 h se mostrou adequado para classificação do vigor de sementes da cv. Folha Larga.

Palavras-chave


Eruca sativa L.; estresse térmico; vigor

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Abdo, M.T.V.N.; Pimenta, R.S.; Panobianco, M.; Vieira, R.D. Testes de vigor para avaliação de sementes de pepino. Revista Brasileira de Sementes, v.27, n.1, p.195-198, 2005. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222005000100025.

Alves, C.Z.; Godoy, A.R.; Candido, A.C. da S.; Oliveira, N.C. de. Qualidade fisiológica de sementes de jiló pelo teste de envelhecimento acelerado. Ciência Rural, v.42, n.1, p.58-63, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012000100010.

Alves, C.Z.; Sá, M.E. de. Avaliação do vigor de sementes de rúcula pelo teste de lixiviação de potássio. Revista Brasileira de Sementes, v.32, n.2, p.108-116, 2010. https://doi.org/10.1590/S0101-31222010000200013.

Ávila, M.R.; Braccini, A. de L. e; Scapim, C.A.; Martorelli, D.T.; Albrecht, L.P. Testes de laboratório em sementes de canola e a correlação com a emergência das plântulas em campo. Revista Brasileira de sementes, v.27, n.1, p.62-70, 2005. https://doi.org/10.1590/S0101-31222005000100008.

Ávila, P.F.V. de; Villela, F.A.; Ávila, M.S.V. de. Teste de envelhecimento acelerado para avaliação do potencial fisiológico de sementes de rabanete. Revista Brasileira de Sementes, v.28, n.3, p.52-58, 2006. https://doi.org/10.1590/S0101-31222006000300008.

Barbosa, R.M.; Costa, D.S. da; Sá, M.E. de. Envelhecimento acelerado de sementes de espécies oleráceas. Pesquisa Agropecuária Tropical, v.41, n.3, p.328-335, 2011a. https://doi.org/10.5216/pat.v41i3.9738.

Barbosa, R.M.; Costa, D.S. da; Sá, M.E. de. Envelhecimento acelerado em sementes de alface. Ciência Rural, v.41, n.11, p.1899-1902, 2011b. https://doi.org/10.1590/S0103-84782011005000138.

Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Regras para análise de sementes. Brasília: Mapa/ACS, 2009. 399p.

Costa, C.J.; Trzeciak, M.B.; Villela, F.A. Potencial fisiológico de sementes de brássicas com ênfase no teste de envelhecimento acelerado. Horticultura Brasileira, v.26, n.2, p.144-148, 2008. https://doi.org/10.1590/S0102-05362008000200003.

Ferreira, D.F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v.35, n.6, p.1039-1042, 2011. https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000600001.

Fessel, S.A.; Silva, L.J.R. da; Galli, J.A; Sader, R. Uso de solução salina (NaCl) no teste de envelhecimento acelerado em sementes de brócolis (Brassica oleracea L. var. italica Plenk). Científica, v.33, n.1, p.27-34, 2005. https://doi.org/10.15361/1984-5529.2005v33n1p27+-+34.

Freitas, R.A. de; Nascimento, W.M. Teste de envelhecimento acelerado em sementes de lentilha. Revista Brasileira de Sementes, v.28, n.3, p.59-63, 2006. https://doi.org/10.1590/S0101-31222006000300009.

Kibinza, S.; Vinel, D.; Côme, D.; Bailly, C.; Corbineau, F. Sunflower seed deterioration as related to moisture content during ageing, energy metabolism and active oxygen species scavenging. Physiologia Plantarum, v.128, n.3, p.496-506, 2006. https://doi.org/10.1111/j.1399-3054.2006.00771.x.

Maguire, J.D. Speed of germination ‒ aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, v.2, n.2, p.176-177, 1962. https://doi.org/10.2135/cropsci1962.0011183X000200020033x.

Marcos Filho, J. Testes de vigor: importância e utilização. In: Krzyzanowski, F.C.; Vieira, R.D.; França Neto, J.B. (Orgs.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: Abrates, 1999. v.1, p. 1-21.

Nascimento, W.M.; Freitas, R.A. de; Gomes, E.M.L.; Soares, A.S. Metodologia para o teste de envelhecimento acelerado em sementes de ervilha. Horticultura Brasileira, v.25, n.2, p.205-209, 2007. https://doi.org/10.1590/S0102-05362007000200015.

Panobianco, M.; Vieira, R.D.; Perecin, D. Electrical conductivity as an indicator of pea seed aging of stored at different temperatures. Scientia Agricola, v.64, n.2, p.119-124, 2007. https://doi.org/10.1590/S0103-90162007000200003.

Powell, A.A. Cell membranes and seed leachate conductivity in relation to the quality of seed for sowing. Journal of Seed Technology, v.10, n.2, p.81-100, 1986. http://www.jstor.org/stable/23432796. 25 Jan. 2016.

Ramos, N.P.; Flor, E.P.O.; Mendonca, E.A.F. de; Minami, K. Envelhecimento acelerado em sementes de rúcula (Eruca sativa L.). Revista Brasileira de Sementes, v.26, n.1, p.98-103, 2004. https://doi.org/10.1590/S0101-31222004000100015.

Santos, F. dos; Trani, P.E.; Medina, P.F.; Parisi, J.J.D. Teste de envelhecimento acelerado para avaliação da qualidade de sementes de alface e almeirão. Revista Brasileira de Sementes, v.33, n.2, p.322-330, 2011. https://doi.org/10.1590/S0101-31222011000200015.

Torres, S.B.; Oliveira, F.N. de; Oliveira, A.K. de; Benedito, C.P.; Marinho, J.C. Envelhecimento acelerado para avaliação do potencial fisiológico de sementes de melão. Horticultura Brasileira, v.27, n.1, p.70-75, 2009. https://doi.org/10.1590/S0102-05362009000100014.

Torres, S.B.; Pereira, R.A. Condutividade elétrica em sementes de rúcula. Revista Brasileira de Sementes, v.32, n.4, p.58-70, 2010. https://doi.org/10.1590/S0101-31222010000400007.

Tunes, L.M.; Pedroso, D.C.; Barbieri, A.P.P.; Conceição, G.M.; Roething, E.; Muniz, M.F.B.; Barros, A.C.S.A. Envelhecimento acelerado modificado para sementes de coentro (Coriandrum sativum L.) e sua correlação com outros testes de vigor. Revista Brasileira de Biociências, v.9, p.12-17, 2011. http://www.ufrgs.br/seerbio/ojs/index.php/rbb/article/view/1645. 12 Jan. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Rômulo Magno Oliveira de Freitas, Narjara Walessa Nogueira, Salvador Barros Torres, Tiago de Sousa Leite

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.