Balanço energético em integração lavoura pecuária leiteira sob manejos de solo e culturas de cobertura - DOI:10.5039/agraria.v12i3a5463

Jônatan Müller, Renato Levien, Michael Mazurana, Diane Alba, Osmar Conte, Lucas Zulpo

Resumo


O balanço de energia é uma forma de avaliar a eficiência do manejo de sistemas de produção agropecuários. O objetivo do trabalho consistiu em comparar, sob o ponto de vista energético, duas formas de manejo do solo e com variação no manejo de diferentes plantas de cobertura de inverno. O experimento foi conduzido em uma propriedade de base familiar localizada no município de Anta Gorda/RS, em 2010/2011 e 2011/2012, em Neossolo Regolítico distrófico típico. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e três repetições. Os tratamentos principais foram constituídos por duas formas de manejo do solo: semeadura direta e semeadura direta escarificada a cada dois anos, sendo subdivididos pelo cultivo, no inverno, de aveia preta (Avena strigosa), ervilhaca (Vicia sativa L.) e aveia preta pastejada. Como resultado verificou-se que todos os sistemas de manejo apresentaram balanço energético positivo. A semeadura direta resultou em menor entrada, maior saída, energia líquida e eficiência energética em relação à semeadura direta escarificada a cada dois anos. Entre as plantas de cobertura do solo de inverno, a aveia sem pastejo foi aquela cujo cultivo resultou em maior energia líquida e eficiência energética.

Palavras-chave


escarificação; silagem de milho; eficiência energética; semeadura direta; culturas de cobertura de inverno

Texto completo:

PDF (English)

Referências


American Society of Agricultural Engineering - ASAE. ASAE EP 496.2 FEB03. Agricultural machinery management data. St. Joseph: ASAE, 2003. p.366-372.

Assenheimer, A.; Campos, A.T.; Gonçalves Júnior, A.F.C. Análise energética de sistemas de produção de soja convencional e orgânica. Revista Ambiência, v.5, n.3, p.443-455, 2009. http://www.ciorganicos.com.br/wp-content/uploads/2013/09/analise-energetica soja.pdf. 27 Nov. 2015.

Balbinot Junior, A.A.; Moraes, A.; Veiga, M.; Pelissari, A.; Dieckow, J. Integração lavoura-pecuária: intensificação de uso de áreas agrícolas. Ciência Rural, v.39, n.6, p.1925-1933, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782009005000107.

Bertoloni, E.V.; Gamero, C.A. Demanda energética e produtividade da cultura do milho com adubação, de pré-semeadura em dois sistemas de manejo do solo. Energia na Agricultura, v.25, n.3, p.1-23, 2010. https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2010v25n3p01-23.

Beutler, J.F. Parâmetros de solo e máquina na semeadura direta de milho e soja em duas coberturas de solo sobre campo natural. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Agronomia, 2005. 107p. Tese Doutorado. http://hdl.handle.net/10183/8004. 12 Nov. 2015.

Borin, M.; Menini, C.; Sartori, L. Effects of tillage systems on energy and carbon balance in north-eastern Italy. Soil & Tillage Research, Amsterdam, v.40, n.3-4, p.209-226, 1997. https://doi.org/10.1016/S0167-1987(96)01057-4.

Bueno, O.C. Análise energética e eficiência cultural do milho em assentamento rural, Itaberá/SP. Botucatu: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2002. 141p. Tese Doutorado. http://hdl.handle.net/11449/101905. 22 Nov. 2015.

Campos, A.T. Balanço energético na produção de feno de alfafa em sistema intensivo de produção de leite. Ciência Rural, v.34, n.1, p.245-251, 2004. https://doi.org/10.1590/S0103-84782004000100038.

Campos, A.T.; Klosowsk, E.S.; Souza, C.V.; Zanini, A.; Prestes, M.V. Análise energética da produção de soja em sistema plantio direto. Global Science and Technology, v.2, n.2, p.38-44, 2009. http://rv.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/article/view/43/83. 23 Nov. 2015.

Comissão de Química e Fertilidade do Solo - RS/SC. Manual de adubação e calagem para os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 11. ed. Porto Alegre: Comissão de Química e Fertilidade do Solo - RS/SC, 2016. 375p.

Demétrio, J.V.; Costa, A.C.T.; Oliveira, P.S.R. Produção de biomassa de cultivares de aveia sob diferentes manejos de corte. Pesquisa Agropecuária Tropical, v.42, n.2, p.198-205, 2012. https://doi.org/10.1590/S1983-40632012000200011.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Brasília: Embrapa, 2013. 353p.

Fernandes, H. C.; Silveira, J. C. M.; Rinaldi, P. C. N. Avaliação do custo energético de diferentes operações agrícolas mecanizadas. Ciência e Agrotecnologia, v.32, n.5, p.1.582-1.587, 2008. https://doi.org/10.1590/S1413-70542008000500034.

Fiorin, J.E.; Canal, I.N.; Campos, B.H. Fertilidade do solo. In: Campos, B.H. (Coord). A cultura do milho em plantio direto. Cruz Alta-RS: Fundacep Fecotrigo, 1998. p.15-54.

Fontaneli, R.S.; Santos, H.P.; Spera, S.T. Pastagens para altos rendimentos de leite e carne na integração lavoura-pecuária sob plantio direto. Revista Plantio Direto, n.116, p. 12-18, 2010. http://www.plantiodireto.com.br/?body=cont_int&id=979. 18 Nov. 2015.

Hetz, E.J.; Melo, L.A. Evaluación energética de un sistema de producción de maíz y trigo con cero labranza: el caso de Chequén, Concepción, Chile. Chapingo. Agro-Ciencia, v.13, n.2, p.181-187, 1997.

Hülsbergen, K.J. A method of energy balancing in crop production and its application in a long-term fertilizer trial. Agriculture, Ecosystems & Environment, v.86, n.3, p.303-321, 2001. https://doi.org/10.1016/S0167-8809(00)00286-3.

Mazurana, M.; Levien, R.; Muller, J.; Conte, O. Sistemas de preparo de solo: alterações na estrutura do solo e rendimento das culturas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.35, n.4, p.1.197-1.206, 2011. https://doi.org/10.1590/S0100-06832011000400013.

Melo, D.; Pereira, J.O.; Souza, E.G.; Gabriel Filho, A.; Nóbrega, L.H.P.; Pinheiro Neto, R. Balanço energético do sistema de produção de soja e milho em uma propriedade agrícola do Oeste do Paraná. Acta Scientiarum: Agronomy, v.29, n.2, p.173-178, 2007. https://doi.org/10.4025/actasciagron.v29i2.233.

Monti, A.; Venturi, G. Comparison of the energy performance of fibre sorghum, sweet sorghum and wheat monocultures in northern Italy. European Journal of Agronomy, v.19, n.1, p.35-43, 2003. https://doi.org/10.1016/S1161-0301(02)00017-5.

Riquetti, N.B.; Benez, S.H.; Silva, P.R.A. Demanda energética em diferentes manejos de solo e híbridos de milho. Energia na Agricultura, v.27, n.2, p.76-85, 2012. https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2012v27n2p76-85.

Santos, H.P.; Spera, S.T.; Fontaneli, R.S.; Dreon, G. Avaliação de práticas culturais na conversão e no balanço energético. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.6, n.4, p.634-641, 2011. https://doi.org/10.5039/agraria.v6i4a1366.

Santos, R.R.; Simon, E.J. Análise energética do milho em sistema de plantio direto, no assentamento rural da fazenda Pirituba, Itaberá/SP. Energia na Agricultura, v. 25, n.1, p.121-137, 2010. https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2010v25n1p121-137.

Siqueira, R. Sistemas de preparo em diferentes tipos de coberturas vegetais. Botucatu: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências Agronômicas, 1999. 191p. Tese Doutorado.

Souza, C.V.; Campos, A.T.; Bueno, O.C.; Silva, E.B. Análise energética em sistema de produção de suínos com aproveitamento dos dejetos como biofertilizante em pastagem. Engenharia Agrícola, v.29, n.4, p.547-557, 2009. https://doi.org/10.1590/S0100-69162009000400005.

Ulbarene, R.C. Análise dos balanços energético e econômico relativa à produção e perdas de grãos de milho no Estado de São Paulo. Botucatu: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências Agronômicas, 1988. 127p. Tese Doutorado.

Woods, J.; Williams, A.; Hughes, J.K.; Black, M.; Murphy, R. Energy and the food system. Philosophical Transactions of Royal Society, n.365, p.2991–3006, 2010. http://rstb.royalsocietypublishing.org/content/royptb/365/1554/2991.full.pdf. 27 Nov. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Jônatan Müller, Renato Levien, Michael Mazurana, Diane Alba, Osmar Conte, Lucas Zulpo

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.