Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne.: impactos sobre a regeneração natural em fragmentos de caatinga - DOI:10.5039/agraria.v11i1a5357

Flaubert Queiroga de Sousa, Leonaldo Alves de Andrade, Klerton Rodrigues Forte Xavier

Resumo


Espécies exóticas invasoras causam modificações desfavoráveis em comunidades vegetais onde se estabelecem, levando as áreas invadidas a uma condição ecologicamente inferior, com perda de biodiversidade no nível de espécies e de diversos processos ecológicos. Baseado nesta constatação, a pesquisa objetivou identificar os impactos causados sobre a regeneração natural em fragmentos de caatinga invadido por Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne. Foram selecionadas três áreas de investigação, sendo denominadas de Ambiente I - área invadida, Ambiente II - área de transição entre o I e o III e o Ambiente III - área não invadida. Para o inventário dessas áreas foi empregado o método de amostragem por pontos (Método dos Quadrantes), sendo considerados regenerantes os indivíduos com diâmetro ao nível do solo (DNS) inferior a 3 cm, independente da altura. Para a avaliação da estrutura foram analisados os parâmetros fitossociológicos convencionais, além dos índices de Diversidade, de Equabilidade e de Impacto Ambiental de Exóticas (IIAE). No Ambiente I, a abundância da espécie invasora interferiu negativamente no processo de sucessão ecológica, impedindo o estabelecimento de muitas espécies autóctones, o que pode ser observado pelos parâmetros avaliados.


Palavras-chave


área invadida; espécie exótica; semiárido

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade, L.A. de. Plantas Invasoras: espécies exóticas invasoras da caatinga e ecossistemas associados. 1.ed. Campina Grande, PB: Epgraf, 2013. 100p.

Andrade, L.A.; Fabricante, J.R.; Oliveira, F.X. Impactos da invasão de Prosopis juliflora (Sw.) DC. (Fabaceae) sobre o estrato arbustivo-arbóreo em áreas de Caatinga no Estado da Paraíba, Brasil. Acta Scientiarum, Biological Sciences, v.32, n.3, p.249-255, 2010. .

Andrade, L.A.; Fabricante, J.R.; Oliveira, F.X. Invasão biológica por Prosopis juliflora (Sw.) DC.: impactos sobre a diversidade e a estrutura do componente arbustivo-arbóreo da caatinga no Estado do Rio Grande do Norte, Brasil. Acta Botanica Brasilica, v.23, n.4, p.935-943, 2009. .

APG III. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 161, n.2, p. 105-121, 2009. .

Bourscheid, K.; Reis, A. Dinâmica da invasão de Pinus elliottii Engelm. em restinga sob processo de restauração ambiental no Parque Florestal do Rio Vermelho, Florianópolis, SC. Biotemas, v.23, n.2, p.23-30, 2010. .

Brummitt, R.K.; Powell, C.E. Authors of plant names. Kew: Royal Botanic Gardens, 1992. 732p.

Consultoria e Desenvolvimento de Sistemas Ltda - Cientec. Mata Nativa: Sistema para análise fitossociológica e elaboração de planos de manejo de florestas nativas. São Paulo: Cientec, 2002. 126p.

Cottam, G.; Curtis, J.T. The use of distance measures in phytosociological sampling. Ecology, v.37, n.3, p.451-460, 1956. .

Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos- Funceme; Ipece - Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará. Perfil básico municipal, Ibaretama, 2013. . 13 Jan. 2014.

Klackenberg, J. Revision of the genus Cryptostegia R. Br. (Apocynaceae, Periplocoideae). Journal Adansonia, v.23, n.2, p.205-218, 2001. . 18 Mai. 2013.

Kriticos, D.J; Sutherst, R.W; Brown, J.R; Adkins, S.W; Maywald, G.F. Climate change and biotic invasions: a case history of a tropical woody vine. Journal Biological Invasions, v.5, n.3, p.145–165, 2003. .

Leão, T.C.C,; Almeida, W.R.; Dechoum, M.; Ziller, S.R. Espécies exóticas invasoras no Nordeste do Brasil: contextualização, manejo e políticas públicas. 1.ed. Recife: Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste; Instituto Hórus de Desenvolvimento e Conservação Ambiental, 2011. 99p.

Marchante, E.; Kjøller, A.; Struwe, S.; Freitas, H. Invasive Acacia longifolia induce changes in the microbial catabolic diversity of sand dunes. Soil Biology and Biochemistry, v.40, n.10, p.2563-2568, 2008. .

Mateucci, S.D.; Colma, A. Metodologia para el estudio de la vegetacion. Washington: OEA, 1982. 168p.

Moro, M.F.; Martins, F.R. Métodos de levantamento do componente arbóreo-arbustivo. In: Felfili, J.M.; Eisenlohr, P.V.; Melo, M.M.R.F.; Andrande, L.A.; Meira Neto, J.A.A. Fitossociologia no Brasil: métodos e estudos de casos. 1.ed. Viçosa: Ed. UFV, 2011. 556 p.

Mueller-Dombois, D.; Ellenberg, H. Aims and methods of vegetation Ecology. New York, John Wiley & Sons, 1974. 547p.

Odum, E.P. Ecologia. Rio de Janeiro: Guanabara, 1988. 434p.

Pegado, C.M.A., Andrade, L.A., Félix, L.P.; Pereira, I.M. Efeito da invasão biológica de Prosopis juliflora (Sw.) DC. Sobre a composição e a estrutura do estrato arbustivo-arbóreo da caatinga no Município de Monteiro-PB, Brasil. Acta Botânica Brasilica, v.20, n.4, p.889-898, 2006. .

Rascher, K.G.; Stoltenberg, A.G.; Maguas, C.; Meira-Neto, J.A.A.; Werner, C. Acacia longifolia invasion impacts vegetation structure and regeneration dynamics in open dunes and pine forests. Biological Invasions, v.13, n.5, p.1099–1113, 2011. .

Reaser, J.K.; Meyerson, L.A.; Cronk, Q.; Poorter, M.; Eldrege, L.G.; Green, E.; Kairo, M.; Latasi, P.; Mack, R.N.; Mauremootoo, J.; O’dowd, D.; Orapa, W.; Sastroutomo, S.; Saunders, A.; Shine, C.; Thrainsson, S.; Vaiutu, L. Ecological and socioeconomic impacts of invasive alien species in island ecosystems. Environmental Conservation, v.34, n.2, p.98-111, 2007. .

Rodal, M.J.N.F.; Sampaio, E.V.S.B.; Figueiredo, M.A. Manual sobre métodos de estudos florísticos e fitossociológicos – ecossistema caatinga. 1.ed. Brasília, DF: Sociedade Botânica do Brasil, 2013. 24p.

Shannon, C.E.; Weaver W. The mathematical theory of communication. Urbana: University of Illinois Press, 1949. 144p.

Souza, V.C. Invasão biológica por Sesbania virgata (Cav.) Pers. na Paraíba, Brasil: biologia reprodutiva, ecofisiologia de sementes e estrutura populacional. Areia: Universidade Federal da Paraíba, 2012. 199f. Tese Doutorado.

Souza, V.C; Andrade, L.A; Bezerra, F.T.C; Fabricante, J.R; Feitosa, R.C. Avaliação populacional de Sesbania virgata (Cav.) Pers. (Fabaceae Lindl.), nas margens do rio Paraíba. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.6, n.2, p.314-320, 2011. .

Vieira, M.F; Leite, M.S.O; Grossi, J.A.S; Alvarenga, E.M. Biologia reprodutiva de cryptostegia madagascariensis Bojer ex decne. (periplocoideae, apocynaceae), espécie ornamental e exótica no Brasil. Bragantia, v.63, n.3, p.325-334, 2004. .

Vilà, M.; Espinar, J.L.; Hejda, M.; Hulme, P.E.; Jarosik, V.; Maron, J.L.; Pergl, J.; Schaffner, U.; Sun, Y.; Pysek, P. Ecological impacts of invasive alien plants: a meta-analysis of their effects on species, communities and ecosystems. Ecology Letters, v.14, n.7, p.702-708, 2011. < http://dx.doi.org/10.1111/j.1461-0248.2011.01628.x>.

Zenni, R.D.; Ziller, S.R. An overview of invasive plants in Brazil. Revista Brasileira de Botânica, v.34, n.3, p.431-446, 2011. .

Ziller, S.R.; Zalba, S. Propostas de ação para prevenção e controle de espécies exóticas invasoras. Natureza e Conservação, v.5, n.2, p.8-15, 2007.. 25 Nov. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Flaubert Queiroga de Sousa, Leonaldo Alves de Andrade, Klerton Rodrigues Forte Xavier

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.