Comportamento de genótipos RB de cana-de-açúcar ao parasitismo dos nematoides das galhas

Autores

  • Matheus Silva e Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Moara Alexandrino Bandeira Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Sandra Roberta Vaz Lira Maranhão Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • bra Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Elvira Maria Régis Pedrosa Universidade Federal Rural de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v11i2a5368

Palavras-chave:

Meloidogyne incognita, M. javanica, resistência, Saccharum

Resumo

As espécies de nematoides das galhas, Meloidogyne incognita e M. javanica, causam prejuízos em cultivos de cana-de-açúcar em todo o país. O uso de variedades resistentes de cana destaca-se como medida ideal no manejo desses nematoides. O objetivo do estudo foi avaliar o comportamento de genótipos RB de cana-de-açúcar em relação ao parasitismo das espécies de nematoides das galhas M. incognita e M. javanica, em condição de casa de vegetação. As avaliações foram realizadas 120 dias após a inoculação de 9000 ovos por planta. Houve diferença significativa (P ? 0,05) entre os genótipos RB para todas as variáveis de desenvolvimento da planta, para ambas as espécies de nematoides. Todos os genótipos analisados foram suscetíveis (FR ? 1,0) à M. incognita e M. javanica; porém, alguns genótipos apresentaram fator de reprodução (FR) inferior ao do tratamento controle. O genótipo RB071001 se destacou com relação as suas respostas biométricas frente ao parasitismo das espécies de nematoides, podendo ser considerado como tolerante ao ataque dos mesmos. Diante da ausência de variedades de cana-de-açúcar resistentes aos nematoides das galhas, plantas que se mostram tolerantes, com relativamente baixo FR, podem ser uma alternativa viável em etapas preliminares até o desenvolvimento de variedades resistentes.

Downloads

Publicado

2016-06-30

Edição

Seção

Agronomia