Sistemas de manejo e rotação de culturas no rendimento de grãos e nas características agronômicas de trigo - DOI:10.5039/agraria.v7i3a1844

Henrique Pereira Santos, Renato Serena Fontaneli, Eduardo Caierão, Geizon Dreon, Evandro Ademir Lampert

Resumo


A adoção de práticas conservacionistas pode afetar as propriedades do solo e, sobretudo, o rendimento das culturas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de sistemas de manejo do solo e de rotação de culturas nas características agronômicas e na produtividade de trigo. O experimento foi conduzido em Passo Fundo, RS, de 2003 a 2010, em um Latossolo Vermelho. Os tratamentos foram constituídos de quatro tipos de manejo do solo: (1) sistema plantio direto, (2) cultivo mínimo, (3) preparo convencional de solo com arado de disco e (4) preparo convencional de solo com arado de aivecas, e de três sistemas de rotação de culturas: sistema I - trigo/soja (monocultura); sistema II - trigo/soja e ervilhaca/sorgo (um cultivo inverno sem trigo) e sistema III - trigo/soja, ervilhaca/sorgo e aveia branca/soja (dois cultivos de inverno sem trigo). A produtividade e a população final de plantas de trigo cultivado sob sistema plantio direto foram superiores aos do trigo cultivado sob preparo convencional de solo (com arado de discos e com arado de aivecas) e cultivo mínimo. Porém os tipos de manejo do solo não afetaram significativamente a severidade das doenças radiculares nem da massa de 1.000 grãos de trigo. A rotação de culturas com dois invernos (trigo/soja, ervilhaca/sorgo e aveia branca/soja) propicia maior rendimento de grãos, massa de 1.000 grãos, massa do hectolitro e índice de colheita de trigo, em relação à monocultura (trigo/soja) além de um inverno sem trigo (trigo/soja e ervilhaca/sorgo).


Palavras-chave


doenças radiculares plantas de cobertura; plantio direto; preparo convencional do solo; Triticum aestivum

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Henrique Pereira Santos, Renato Serena Fontaneli, Eduardo Caierão, Geizon Dreon, Evandro Ademir Lampert

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.