Efeito da suplementação de betaína em dietas de frangos de corte em condições de termoneutralidade - DOI:10.5039/agraria.v8i2a1442

Edney Pereira da Silva, Nei André Arruda Barbosa, Nilva Kazue Sakomura, Flavio Alves Longo, Iris Mayumi Kawauchi, João Batista Kochenborger Fernandes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da inclusão de betaína em dietas sobre o desempenho e morfometria intestinal de frangos de corte, durante os períodos de 1 a 7 e 8 a 21 dias de idade. Foram utilizados 1.408 pintos de corte machos Cobb, distribuídos aleatoriamente em 4 tratamentos com 16 repetições de 22 aves, em quatro câmaras climáticas. Os tratamentos foram: i) controle positivo - dieta formulada de acordo com as exigências nutricionais da ave; ii) controle negativo - com redução nos níveis de metionina e colina; iii) controle negativo + suplementação de 0,092% de betaína em substituição parcial de metionina e total da colina iv) controle negativo + suplementação de 0,1% de betaína natural em substituição parcial de metionina e total da colina. O consumo de ração, o ganho de peso e a conversão alimentar foram avaliados aos sete e 21 dias de idade. Aos 25 dias avaliaram-se as variáveis altura e profundidade de cripta jejunal, em que os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e teste de comparação de médias; já os resultados obtidos com a suplementação da betaína nas rações demonstraram efeitos positivos apenas no consumo de ração na fase de 1 a 7 dias e altura dos vilos da mucosa do jejuno na fase de 8 a 21 dias. A suplementação de 0,1% betafin (96% de betaína natural) na ração proporcionou melhorias nas características morfológicas do intestino delgado de frangos de corte.

Palavras-chave


aditivos; metionina; integridade intestinal

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Edney Pereira da Silva, Nei André Arruda Barbosa, Nilva Kazue Sakomura, Flavio Alves Longo, Iris Mayumi Kawauchi, João Batista Kochenborger Fernandes

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.