Contribuição da adubação orgânica na absorção de nutrientes e na produtividade de milho no semiárido paraibano - DOI:10.5039/agraria.v7i1a1519

Dário Costa Primo, Rômulo Simões Cezar Menezes, Tácio Oliveira da Silva, Marlon Silva Garrido, Patricia Karla Tavares Cabral

Resumo


O objetivo do estudo foi avaliar a contribuição da forma e época de aplicação de adubos orgânicos de diferentes qualidades para a absorção de nutrientes e a sua relação com a produtividade do milho cultivado em Neossolo Flúvico na região semiárida do Estado da Paraíba. O experimento foi conduzido na Estação Agroecológica Vila Maria Rita, na região do Cariri paraibano, em delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em: T1 - aplicação incorporada de 20 Mg ha-1 de gliricídia no solo (GI); T2 - aplicação em cobertura de 20 Mg ha-1 de gliricídia (GC); T3 - aplicação incorporada de 10 Mg ha-1 de esterco e 10 Mg ha-1 de biomassa de gliricídia (EI+GI); T4 - aplicação de 10 Mg ha-1 de esterco incorporado e 10 Mg ha-1 em cobertura aos 45 dias após a semeadura (EI+GC); T5 - aplicação incorporada de 10 Mg ha-1 de esterco (EI) e T6 - testemunha sem aplicação de adubação orgânica (C). A aplicação de gliricídia em cobertura (GC) no solo levou ao maior acúmulo de nutrientes na biomassa do milho. A presença da gliricídia isolada ou combinada com o esterco favoreceu uma maior sincronização entre a disponibilidade de nutrientes no solo e a demanda de nutrientes pelo milho. A aplicação da gliricídia isolada e com esterco favoreceu as maiores exportações de nutrientes, por meio da palhada e dos grãos de milho. A utilização de biomassa da gliricidia incorporada de forma isolada e combinada com esterco no Neossolo Flúvico é recomendada para o incremento da produtividade do milho.


Palavras-chave


Esterco; Gliricidia sepium; produtividade; Zea mays L.

Texto completo:

PDF l

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Dário Costa Primo, Rômulo Simões Cezar Menezes, Tácio Oliveira da Silva, Marlon Silva Garrido, Patricia Karla Tavares Cabral

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.