Quantificação de biomassa e comprimento de raízes finas em povoamento de Eucalyptus cloeziana F. Muell - DOI:10.5039/agraria.v5i4a725

Marcio Carlos Navroski, Leonardo Job Biali, Jonas Bianchin, Lucas Camargo, Mauro Valdir Schumacher

Resumo


O desenvolvimento e a atividade de raízes influenciam o crescimento das árvores em qualquer ecossistema, porque as raízes representam o elo de conexão entre a planta e o solo. Desta maneira, o trabalho teve como objetivo avaliar a biomassa e o comprimento de raízes finas (≤ 2mm) em Eucalyptus cloeziana F. Muell, com 18 anos, em Santa Maria, RS. Foram coletadas 20 amostras em cada profundidade de 0-5, 5-10, 10-15 e 15-20 cm. As raízes foram separadas do solo e processadas até a obtenção de dados sobre comprimento e biomassa. Obtiveram-se, respectivamente, os valores de biomassa, densidade e comprimento das raízes finas (≤ 2 mm) de 1.266,44 kg.ha-1, 2,533 g.dm-³ e 13.324,55 km.ha-1, nos 20 cm mais superficiais, sendo que praticamente a metade das raízes finas está na camada superficial (0 a 5 cm). A densidade de raízes finas tende a diminuir com o aumento da profundidade do solo.


Palavras-chave


ecologia florestal, silvicultura, solos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Marcio Carlos Navroski, Leonardo Job Biali, Jonas Bianchin, Lucas Camargo, Mauro Valdir Schumacher

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.