Rendimento, umidade, aceitabilidade e preferência da tilápia submetida à defumação - DOI:10.5039/agraria.v5i3a862

Fábio Magno da Silva Santana, Leonardo Barros Guerra de Lucena, Cesar Augusto da Silva Santana, Bárbara Cristina da Luz Silva, Natália de Moraes Santana, Karina Suzana Gomes de Melo

Resumo


Por ser considerada uma espécie de grande importância para a aquicultura mundial a Oreochromis niloticus (tilápia do Nilo) foi escolhida para a realização desse experimento. O objetivo foi avaliar o rendimento, umidade, aceitação e preferência de exemplares desta espécie submetidos à defumação quente e líquida. O rendimento foi de 38,46 e 54,44% para o pescado espalmado defumado a quente e na forma líquida respectivamente. A umidade observada nos tratamentos foi de 81,01% para os exemplares submetidos ao tratamento líquido e 69,30% para os tratados a quente. A análise sensorial revelou que ambos os tratamentos apresentaram boa aceitação, entretanto aqueles processados a quente foram preferidos. Portanto, a defumação, seja na forma tradicional ou líquida, é uma alternativa de agregação de valor a este pescado.


Palavras-chave


agregação de valor, pescado, Oreochromis niloticus

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Fábio Magno da Silva Santana, Leonardo Barros Guerra de Lucena, Cesar Augusto da Silva Santana, Bárbara Cristina da Luz Silva, Natália de Moraes Santana, Karina Suzana Gomes de Melo

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.