Banco de sementes do solo de caatinga invadida por Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne - DOI:10.5039/agraria.v12i2a5440

Flaubert Queiroga de Sousa, Leonaldo Alves de Andrade, Patrícia Cândido da Cruz Silva, Bruno Cesar Querino de Souza, Klerton Rodrigues Forte Xavier

Resumo


O estabelecimento de uma espécie exótica invasora como Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne. na maioria das vezes causa modificações desfavoráveis ao meio ambiente, alterando as características da vegetação e causam o desaparecimento de espécies nativas de diferentes hábitos de crescimento. Objetivou-se investigar a influência da invasão por Cryptostegia madagascariensis sobre a diversidade do banco de sementes do solo em um remanescente de caatinga, localizado no município de Ibaretama, estado do Ceará, Brasil. O ambiente de estudo foi estratificado em duas áreas: Ambiente I - Área Não Invadida (remanescente de caatinga relativamente bem conservado); e Ambiente II - Área Invadida (caracterizada por apresentar presença expressiva de Cryptostegia madagascariensis). Foram coletadas, aleatoriamente, 50 amostras de solo em cada área alocada. Avaliou-se a composição florística, a diversidade e a estrutura do banco de sementes do solo. Registrou-se durante todo o estudo a germinação de 5.930 indivíduos, distribuídos em um total de 18 famílias, 46 gêneros e 71 espécies. A diversidade foi de 3,22 e 2,54 para os Ambientes I e II, respectivamente. A menor diversidade observada para o Ambiente II evidencia que a presença expressiva de Cryptostegia madagascariensis tende a reduzir a riqueza florística específica do banco de sementes do solo. 


Palavras-chave


diversidade; espécie exótica; estrato herbáceo

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade, L.A. de. Plantas Invasoras: espécies exóticas invasoras da caatinga e ecossistemas associados. 1.ed. Campina Grande: Epgraf, 2013. 100p.

APG III. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Botanical Journal of the Linnean Society, v. 161, n.2, p. 105–121, 2009. https://doi.org/10.1111/j.1095-8339.2009.00996.x.

Araújo, M.M., Longhi, S.J., Barros, P.L. C.; Brena, D.A. Caracterização da chuva de sementes, banco de sementes do solo e banco de plântulas em floresta estacional decidual ripária, Cachoeira do Sul, RS, Brasil. Revista Scientia Forestalis, n.66, p.128-141, 2004. http://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr66/cap13.pdf. 11 Ago. 2015.

Brown, D. Estimating the composition of a forest seed bank: a comparison of the seed extraction and seedling emergence methods. Canadian of Botany, v.70, n.8, p.1603-1612, 1992. https://doi.org/10.1139/b92-202.

Consultoria e Desenvolvimento de Sistemas Ltda - Cientec. Mata Nativa: Sistema para análise fitossociológica e elaboração de planos de manejo de florestas nativas. São Paulo: Cientec, 2002. 126p.

Costa, R.C.; Araújo, F.S. Densidade, germinação e flora do banco de sementes no solo, no final da estação seca, em uma área de caatinga, Quixadá, CE. Revista Acta Botânica Brasilica, v.17, n.2, p.259-264, 2003. https://doi.org/10.1590/S0102-33062003000200008.

Falleiros, R.M.; Zenni, R.D.; Ziller, S.R. Invasão e manejo de Pinus taeda em campos de altitude do parque estadual do pico Paraná, Paraná, Brasil. Revista Floresta, v.41, n.1, p.123-134, 2011. https://doi.org/10.5380/rf.v41i1.21193.

Figliolia, M.B.; Franco, G.A.D.C.; Biruel, R.P. Banco de sementes do solo e potencial de regeneração de área ripária alterada, em Paraguaçu Paulista, SP. In: In: Villas Bôas, O.; Durigan, G. (Eds.). Pesquisas e conservação e recuperação ambiental no Oeste Paulista: resultados da cooperação Brasil/Japão. São Paulo - SP: Instituto Florestal, 2004. p. 181-197.

Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - Funceme; Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - Ipece. Perfil básico municipal, Ibaretama, 2013. http://www.ipece.ce.gov.br/publicacoes/perfil_basico/pbm-2013/Ibaretama.pdf. 13 Jan. 2014.

Gonçalves, G.S.; Andrade, L.A.; Xavier, K.R.F; Oliveira, L.S.B.; Moura, M.A. Estudo do banco de sementes do solo em uma área de caatinga invadida por Parkinsonia aculeata L. Revista Brasileira de Biociência, v.9, n.4, p.428-436, 2011. http://www.ufrgs.br/seerbio/ojs/index.php/rbb/article/view/1440. 26 Nov. 2013.

Gross, K.L.A. A comparison of methods for estimating seed numbers in the soil. Journal of Ecology, v.78, n.4, p.1079-1093, 1990. https://doi.org/10.2307/2260953.

Klackenberg, J. Revision of the genus Cryptostegia R. Br. (Apocynaceae, Periplocoideae). Adansonia, v.23, n.2, p.205-218, 2001. http://sciencepress.mnhn.fr/sites/default/files/articles/pdf/a2001n2a3.pdf. 18 Mai. 2013.

Kriticos, D.J; Sutherst, R.W; Brown, J.R; Adkins, S.W; Maywald, G.F. Climate change and biotic invasions: a case history of a tropical woody vine. Biological Invasions, v.5, n.3, p.147–165, 2003. https://doi.org/10.1023/A:1026193424587.

Lorenzi, H. Plantas daninhas do Brasil: terrestres, aquáticas e tóxicas. 4.ed. São Paulo: Ed. Instituto Plantarum, 2008. 640p.

Madeiros, R.B.; Ferreira, N.R. Controle de invasão biológica por capim-anonni em margem viária mediante a introdução de gramíneas. Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, n.2, p.260-269, 2011. https://doi.org/10.1590/S1516-35982011000200005.

Mamede, M.A. Efeito do manejo agrícola tradicional sobre o banco de sementes do solo em uma área de caatinga, município de Sobral, CE. Ceará: Universidade Federal do Ceará, 2003. 72 f. Dissertação Mestrado.

Martins, C.M.; Hay, J.D.V.; Walter, B.M.T.; Proença, C.E.B.; Vivaldi, L.J. Impacto da invasão e do manejo do capim-gordura (Melinis minutiflora) sobre a riqueza e biomassa da flora nativa do Cerrado sentido restrito. Revista Brasileira de Botânica, v.34, n.1, p.73-90, 2011. https://doi.org/10.1590/S0100-84042011000100008.

Oliveira, M.C.; Silva Júnior, M.C; Ribeiro, J.F. Perturbações e invasões biológicas: ameaças para a biodiversidade nativa? Revista CEPPG, v.2, n.25, p.166-183, 2011. http://www.portalcatalao.com/painel_clientes/cesuc/painel/arquivos/upload/temp/fcecc9a0747dc8d43e7776b8b0f44185.pdf. 08 Nov. 2015.

Parente, R.G.; Barbosa, L.G.; Souza, O.C.; Vilar, F.C.R. Composição florística do banco de sementes do solo da caatinga em perímetro irrigado de Petrolina – Pernambuco. Revista Semiárido De Visu, v.1, n.1, p.18-31, 2011. http://periodicos.ifsertao-pe.edu.br/ojs2/index.php/revista/article/viewFile/29/20. 02 Jan. 2014

Pivello,V.R. Invasões biológicas no Cerrado brasileiro: efeitos da introdução de espécies exóticas sobre a biodiversidade. ECOLOGIA.INFO 33, 2011. http://www.ecologia.info/cerrado.htm. 12 Dez. 2013.

Viana, P.L.; Filgueiras, T.S. Inventário e distribuição geográfica das gramíneas (Poaceae) na Cadeia do Espinhaço, Brasil. Revista Megadiversidade, v.4, n.1-2, p.71-88, 2008. https://www.academia.edu/8528832/07_inventario_e_distribuicao_geografica_das_gramineas_poaceae_na_cadeia_do_espinhaco_brasil. 23 Jan. 2014.

Vieira, M.F; Leite, M.S.O; Grossi, J.A.S; Alvarenga, E.M. Biologia reprodutiva de Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne. (Periplocoideae, Apocynaceae), espécie ornamental e exótica no Brasil. Revista Bragantia, v.63, n.3, p.325-334, 2004. https://doi.org/10.1590/S0006-87052004000300002.

Vilà, M.; Espinar, J.L.; Hejda, M.; Hulme, P.E.; Jarosik, V.; Maron, J.L.; Pergl, J.; Schaffner, U.; Sun, Y.; Pysek, P. Ecological impacts of invasive alien plants: a meta-analysis of their effects on species, communities and ecosystems. Ecology Letters, v.14, n.7, p.702-708, 2011. https://doi.org/10.1111/j.1461-0248.2011.01628.x.

Vilar, F.C.R. Impactos da invasão da algaroba [Prosopis juliflora (Sw.) DC.] sobre estrato herbáceo da caatinga: florística, fitossociologia e citogenética. Areia: Universidade Federal da Paraíba, 2006. 94 f. Tese Doutorado.

Zenni, R.D.; Ziller, S.R. An overview of invasive plants in Brazil. Revista Brasileira de Botânica, v.34, n.3, p.431-446, 2011. https://doi.org/10.1590/S0100-84042011000300016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Flaubert Queiroga de Sousa, Leonaldo Alves de Andrade, Patrícia Cândido da Cruz Silva, Bruno Cesar Querino de Souza, Klerton Rodrigues Forte Xavier

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.