Produtividade da soja sobre palhada de forrageiras semeadas em diferentes épocas e alterações químicas no solo - DOI:10.5039/agraria.v10i1a3842

Nídia Raquel Costa, Marcelo Andreotti, Nelson de Araújo Ulian, Bruno Sorati Costa, Cristiano Magalhães Pariz, Francielli Aparecida Cavasano, Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho

Resumo


Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a produtividade de massa seca (PMS) de forrageiras em função de épocas de semeadura e seu efeito sobre os componentes da produção e produtividade (PG) da soja cultivada em sucessão, sob condições irrigadas, além das alterações nos atributos químicos do solo, durante dois anos agrícolas. O delineamento foi de blocos casualizados com 4 repetições, em arranjo fatorial 3 x 3, ou seja, 3 espécies de plantas forrageiras: sorgo forrageiro (Sorghum bicolor (L.) Moench), milheto (Pennisetum glaucum (L.) R. Br.) e capim Xaraés (Urochloa brizantha cv. Xaraés) e 3 épocas de semeadura (14/09/09 (E1), 29/09/09 (E2) e 14/10/09 (E3), manejadas aos 45 dias após emergência. Para o segundo ano agrícola as épocas de semeadura foram: 10/09/10 (E1), 27/09/10 (E2) e 20/10/10 (E3). As maiores PMS foram obtidas com o milheto e sorgo forrageiro. Independente da espécie forrageira, a melhor época de semeadura foi a E3. As maiores PG de soja foram obtidas sob a palhada do sorgo forrageiro e do capim Xaraés, sendo as melhores opções em cultivo antecessor à soja, desde que semeadas em final de setembro ou meados de outubro (E2 e E3). Na E3 houve aumento dos valores de H+Al e CTC. A semeadura em E3 do capim Xaraés e milheto propiciou menores teores de MO, no primeiro cultivo.

Palavras-chave


Glycine max; Pennisetum glaucum; sistema plantio direto; Sorghum bicolor; Urochloa brizantha

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Nídia Raquel Costa, Marcelo Andreotti, Nelson de Araújo Ulian, Bruno Sorati Costa, Cristiano Magalhães Pariz, Francielli Aparecida Cavasano, Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.