Substratos para o crescimento de mudas de <i>Trema micrantha</i> (L.) Blumes

Autores

  • Rafaela S. A. Nóbrega Universidade Federal do Piauí
  • Paulo A. A. Ferreira Universidade Federal de Lavras
  • José G. D. Santos Fundação Universidade Federal do Tocantins
  • Rogério C. V. Boas Colégio Cenecista Juventino Dias
  • Júlio C. A. Nóbrega Universidade Federal do Piauí
  • Fatima M. de S. Moreira Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v5i3a708

Palavras-chave:

Adubação, calagem, composto de lixo urbano, leguminosa

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do composto de lixo urbano e da calagem no crescimento inicial de mudas de candiúba (Trema micrantha L.– Ulmaceae), cultivadas em tubetes. Para isto, instalou-se um experimento em casa de vegetação, disposto em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 5, em amostras de Latossolo vermelho distroférrico com e sem calagem e cinco proporções de composto de lixo urbano misturados ao solo: 0, 10, 20, 40 e 80% v/v, sem adubação complementar, com cinco repetições. Ao final de 120 dias de condução do experimento, as mudas foram coletadas para as determinações: da matéria seca da parte aérea, da raiz e total, e a relação entre matéria seca da parte aérea e matéria seca da raiz. O efeito da calagem e a interação calagem-composto de lixo não foram significativos nas variáveis analisadas. O composto de lixo proporcionou aumento na produção de matéria seca das mudas. Estes efeitos variaram de acordo com as proporções de composto empregadas, sendo a proporção média de 54,7% de composto de lixo urbano e 45,3% de Latossolo vermelho distroférrico, que favorece a produção da matéria seca das mudas de candiúba.

Biografia do Autor

Rogério C. V. Boas, Colégio Cenecista Juventino Dias

 

 

Júlio C. A. Nóbrega, Universidade Federal do Piauí

 

 

Downloads

Publicado

2022-03-16

Edição

Seção

Ciências Florestais