Qualidade pós-colheita da banana ‘pacovan’ comercializada em diferentes estabelecimentos no município de MossoróRN

Autores

  • Grazianny A. Leite Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Erika V. de Medeiros Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Vander Mendonça Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Patrícia L. D. de Moraes Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Luciana M. de Lima Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Isabelle F. Xavier Universidade Federal Rural do Semi-Árido

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v5i3a614

Palavras-chave:

Incidência de fungos, mercado, Musa sp, pós-colheita

Resumo

O objetivo deste trabalho foi caracterizar e avaliar a qualidade pós-colheita de banana ‘Pacovan’ comercializada em diferentes tipos de estabelecimentos do município de Mossoró-RN. Os frutos foram coletados com grau de maturação tipo 6 (fruto com casca totalmente amarela). O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com três tratamentos (tipos de estabelecimentos) e seis blocos (dias de coleta). As variáveis analisadas foram: massa total e da polpa, comprimentos longitudinal e transversal, aparência externa, firmeza, sólidos solúveis, acidez titulável, relação SS/AT, preço, incidência e frequência de isolamento de fungos. Os frutos comercializados nos três tipos de estabelecimentos apresentaram qualidades físicas e químicas que se enquadram no padrão considerado ideal para o consumo in natura. Bananas do estabelecimento A se destacaram com maior massa e comprimentos longitudinal e transversal. Foi encontrada alta incidência de manchas e/ou podridões que comprometeram a aparência externa das bananas comercializadas, independente do tipo de estabelecimento.

Biografia do Autor

Erika V. de Medeiros, Universidade Federal Rural de Pernambuco

 

 

 

 

Isabelle F. Xavier, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

 

 

Downloads

Publicado

2022-03-16

Edição

Seção

Agronomia