Neutralização da escarificação química sobre a germinação de sementes de <i>Brachiaria brizantha</i> cv. ‘Marandu’

Autores

  • Maura S. da S. Sallum Universidade do Oeste Paulista
  • Denise dos S. Alves Universidade do Oeste Paulista
  • Edna A. T. de Agostini Universidade do Oeste Paulista
  • Nelson B. Machado Neto Universidade do Oeste Paulista

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v5i3a603

Palavras-chave:

Armazenamento, dormência, espécies forrageiras, hidróxido de cálcio

Resumo

O gênero Brachiaria é originário das savanas tropicais da África e apresenta relevante importância econômica no setor de sementes do Brasil. A principal forma de propagação desta espécie é por sementes e estas, frequentemente, apresentam dormência. O objetivo do trabalho foi avaliar a neutralização da escarificação química e seus efeitos sobre a germinação de sementes armazenadas de B.brizantha cv. ‘Marandu’. Foram utilizados para a escarificação química diferentes tempos de imersão das sementes em ácido sulfúrico (5, 10 e 15 minutos), seguida, ou não, da neutralização do ácido em água ou em água seguida de hidróxido de cálcio. Avaliou-se a primeira contagem de germinação (%), germinação (%) e sementes dormentes (%). Ao final do  experimento, as sementes que não germinaram foram avaliadas pelo teste de tetrazólio. A escarificação com ácido sulfúrico concentrado durante 10 minutos, após seis meses de armazenamento, com neutralização do ácido apenas em água destilada, promove a superação da dormência em sementes de Brachiaria brizantha cv. Marandu.

Biografia do Autor

Nelson B. Machado Neto, Universidade do Oeste Paulista

 

 

Downloads

Publicado

2022-03-16

Edição

Seção

Agronomia