Suplementação da dieta de juvenis de tilápia do Nilo (<i>Oreochromis niloticus</i>) com DL-metionina e óleo de soja, sob restrição alimentar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v17i3a1407

Palavras-chave:

aquicultura, bioflocos, restrição alimentar, qualidade de água

Resumo

Este estudo teve por objetivo avaliar a estratégia de suplementação da dieta comercial de juvenis de tilápia do Nilo, mantidos em tanques BFT sob restrição alimentar, com DL-metionina e óleo de soja, pela observação da qualidade da água, composição dos bioflocos e o desempenho animal. Foram aplicadas taxas restritivasde 25% na oferta de ração comercial e diferentes níveis de suplementação de DL-metionina (0 e 1,0%) e óleo de soja (0; 0,6 e 1,2%), em relação à quantidade de ração fornecida. Os tanques sob restrição alimentar apresentaram menores concentrações de matéria orgânica, sólidos sedimentáveis e sólidos suspensos totais na água. A suplementação da ração comercial com DL-metionina e óleo de soja não afetou a composição centesimal dos bioflocos. O uso combinado de DL-metionina e óleo de soja melhorou a sobrevivência dos juvenis de tilápia sob restrição na oferta da dieta artificial. Conclui-se que a suplementação da ração comercial, fornecida de modo restritivo aos juvenis de tilápia criados em tanques BFT, com 1,0% de DL-metionina e 0,6% de óleo de soja, pode prevenir a queda no desempenho animal.

Downloads

Publicado

2022-08-18

Edição

Seção

Engenharia de Pesca