Uso da micropropagação no resgate vegetativo de árvores adultas de Cedrela odorata L.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v16i4a8944

Palavras-chave:

Meliaceae, reguladores de crescimento de plantas, cultura de tecidos

Resumo

O objetivo deste trabalho foi o resgate vegetativo de árvores adultas de Cedrela odorata L. de áreas florestais por micropropagação utilizando regeneração de brotos de gemas axilares in vitro. Foram utilizados segmentos nodais (0,5 e 1,0 cm) de brotações formadas de estaca retiradas de ramos da copa. Os explantes foram estabelecidos com sucesso in vitro em meio MS suplementado com 2,22 ?M BAP; 0,49 ?M AIB; 0,28 ?M GA3 e PPM™ (0 e 8,6 ?M). Avaliados a multiplicação de brotos em MS com combinações de GA3 (0,28 e 1,12 ?M) e BAP (2,2; 3,3; 4,4; 6,6 e 8,8 ?M) e o enraizamento de brotos em meio com 4,9 ?M AIB; 5,7 ?M AIA e 5,37 ?M ANA. O meio MS suplementado com 0,28 ?M GA3 e 8,8 ?M de BAP gerou 4,16 brotações por explante. A melhor indução de enraizamento foi observada em meio contendo 4,9 ?M de IBA, resultando em 60% de explantes enraizados. As plântulas enraizadas foram aclimatadas e apresentaram desenvolvimento normal com taxa de sobrevivência de 97%. O uso de brotos de dossel como explantes é viável no resgate de C. odorata e a combinação de BAP e GA3 favorece a multiplicação in vitro.

Downloads

Publicado

2021-10-05

Edição

Seção

Ciências Florestais