Produção de biomassa e rendimento de grãos de trigo e sua relação com o NDVI em função da disponibilidade de nitrogênio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v16i4a34

Palavras-chave:

biomassa, Triticum aestivum L., índice de vegetação, rendimento de grãos

Resumo

Avaliar as doses ideais de fertilizantes nitrogenados na cultura do trigo, além de evitar custos desnecessários, auxilia na sustentabilidade do sistema produtivo. O objetivo foi avaliar os efeitos de doses de nitrogênio (N) na biomassa e rendimento de grãos e na correlação entre o índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI), biomassa no florescimento e o rendimento de grãos, na cultura do trigo. O experimento foi conduzido na área experimental da UFRGS, em Eldorado do Sul, nas safras de 2017 e 2018, sob delineamento de blocos casualizados com 4 repetições. Os tratamentos consistiam em doses de N na semeadura (0, 15, 30 e 45 kg de N ha-1) e em cobertura (2017 – 0, 20, 40, 60 e 80 kg de N ha-1 e 2018 – 0, 40 e 80 kg de N ha-1). Foram utilizadas as cultivares de trigo BRS Parrudo e TBIO Toruk. Os tratamentos com 30 e 45 kg ha-1 de N na base, combinados a 80 kg ha-1 de N em cobertura, foram os que obtiveram maiores produtividades tanto de grãos como de biomassa, para ambas as safras e cultivares. A correlação entre o NDVI e as produtividades de biomassa e de grãos foram altas para as safras e cultivares.

Downloads

Publicado

2021-10-08

Edição

Seção

Agronomia