Variação temporal da precipitação e da vazão em 16 sub-bacias montanhosas do Rio Manhuaçu

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v16i2a8620

Palavras-chave:

enchentes, hidrologia florestal, infiltração de água

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a variação temporal de precipitação e vazão de variadas sub-bacias do Rio Manhuaçu-MG e definir quais sub-bacias necessitam de aplicação de técnicas que favoreçam a infiltração de água no solo. O estudo foi realizado a montante da cidade de Manhuaçu, onde foi feita a caracterização morfométrica em 23 sub-bacias; classificação de uso da terra através de cenas LandSat 8 OLI; foi avaliada a vazão de referência de 16 sub-bacias por um período de 14 meses, entre maio de 2018 a julho de 2019; a precipitação foi medida em quatro pluviômetros locais. A bacia possui predominância de cobertura por café, 31,06%. Dentre as sub-bacias avaliadas, as que apresentaram maior variação temporal de vazão foram o Córrego Fundo, Córrego Palmital, Córrego Manhuaçuzinho e Córrego São Sebastião. A bacia do rio Manhuaçu apresenta grande variação temporal de vazão, ocorrendo acentuada redução da vazão durante o período de inverno e grande elevação durante o período de chuvas intensas, sendo necessária a aplicação de técnicas conservacionistas de solo e água para promover regulação dos cursos d’água, reduzindo a ocorrência de enchentes em Manhuaçu.

Downloads

Publicado

2021-06-28

Edição

Seção

Ciências Florestais