Vigor de sementes e desempenho inicial de plântulas de feijoeiro em diferentes profundidades de semeadura - DOI:10.5039/agraria.v9i1a3631

Tiago Pedó, Samantha Rigo Segalin, Tuane Araldi da Silva, Emanuela Garbin Martinazzo, Alexandre Gazolla-Neto, Tiago Zanatta Aumonde, Francisco Amaral Villela

Resumo


A profundidade de semeadura pode interferir na emergência das plântulas e no seu estabelecimento inicial. Este trabalho objetivou avaliar a influência da profundidade de semeadura sobre a expressão do vigor de sementes e o desempenho inicial de plântulas de feijoeiro. Utilizaram-se sementes das cultivares IPR-Gralha e IPR-Tiziu e os tratamentos consistiram em diferentes profundidades de semeadura, 15; 30; 45 e 60 mm. Foram avaliados emergência, comprimento e matéria seca de raízes e parte aérea, área foliar, razão de parte aérea, raiz e área foliar. A emergência e a matéria seca das plântulas reduziram com a profundidade de semeadura. A razão de área foliar aumentou na cultivar IPR-Tiziu até a profundidade de 30 mm e na cultivar IPR-Gralha foi crescente com o aumento da profundidade de semeadura. O aumento na profundidade de semeadura reduz a expressão do vigor e o desempenho inicial de plântulas de feijoeiro.

Palavras-chave


estande de plantas; performance de plântulas; Phaseolus vulgaris L.; qualidade fisiológica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Tiago Pedó, Samantha Rigo Segalin, Tuane Araldi da Silva, Emanuela Garbin Martinazzo, Alexandre Gazolla-Neto, Tiago Zanatta Aumonde, Francisco Amaral Villela

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.