Dinâmica da dormência de gemas de pessegueiro, ameixeira e caquizeiro na Fazenda Rio Grande, PR - DOI:10.5039/agraria.v7isa2298

Gabriely Pinto Pereira, Ruy Inacio Neiva de Carvalho, Luiz Antônio Biasi, Flávio Zanette

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi determinar a endodormência de gemas de pessegueiro cv. Chimarrita, ameixeira cv. Poli Rosa e caquizeiro cv. Fuyu, na Fazenda Rio Grande, Paraná. Os ramos foram coletados semanalmente, de maio a julho de 2009. Na última coleta um grupo adicional de ramos foi coletado e mantido em refrigerador a temperatura de 4 a 7 °C, por 672 h. A avaliação da endodormência foi realizada por meio do teste biológico de estacas de nós isolados, mantidas em condições controladas de temperatura de 25 °C e fotoperíodo de 16 h. Realizou-se a quantificação das horas de frio (HF) e das unidades de frio (UF) ocorridas na região. As três espécies foram avaliadas separadamente, como três experimentos distintos. O delineamento experimental adotado foi o completamente casualizado, com 10 tratamentos para pessegueiro e ameixeira e 11 tratamentos para caquizeiro, com quatro repetições por espécie. A endodormência mais intensa das gemas de pessegueiro cv. Chimarrita e caquizeiro cv. Fuyu, ocorreu de 13 de maio a 10 de junho. Em ameixeira cv. Poli Rosa, a endodormência mais intensa ocorreu em 10 de junho.

Palavras-chave


brotação; Diospyros kaki; horas de frio; Prunus persica; Prunus salicina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Gabriely Pinto Pereira, Ruy Inacio Neiva de Carvalho, Luiz Antônio Biasi, Flávio Zanette

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2019

h5 index: 10

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.