Acúmulo de matéria seca e distribuição de nutrientes em duas cultivares de bananeiras irrigadas com água moderadamente salina - DOI:10.5039/agraria.v6i2a789

Frederico Antonio Loureiro Soares, Allan Nunes Alves, Hans Raj Gheyi, Claudio Augusto Uyeda

Resumo


O acúmulo de matéria seca e a distribuição de nutrientes nas plantas são influenciados pelas interações competitivas existentes no ambiente e na cultura. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do uso de água moderadamente salina no acúmulo de matéria seca e a distribuição de nutrientes em duas cultivares de bananeiras, Grand Naine e Prata Anão, na fase produtiva. O experimento foi conduzido entre junho/2004 e maio/2005 em um Neossolo litólico, em Quixeré, CE, onde essas cultivares foram plantadas e irrigadas com água de condutividade elétrica de 1,66 dS m-1. A partir dos 210 dias após o plantio, em intervalos de 45 dias, as plantas de quatro touceiras, escolhidas aleatoriamente, foram amostradas e separadas, em suas diversas partes, para análise. Observou-se 63% do acúmulo de N, P, K, Ca, Mg, Cl e Na nas folhas e pseudocaule da bananeira, e 37% no cacho, evidenciando a importância da restituição de nutrientes para a manutenção do bananal; além disso, com o passar do tempo, o acúmulo de matéria seca, K, Ca e Cl das partes aéreas das plantas reduziu, e o do cacho aumentou nas duas cultivares.


Palavras-chave


Estresse salino; Grand Naine; irrigação; Prata Anã

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Frederico Antonio Loureiro Soares, Allan Nunes Alves, Hans Raj Gheyi, Claudio Augusto Uyeda

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.