Caracterização do carvão vegetal produzido em fornos retangulares industriais - DOI:10.5039/agraria.v14i3a5659

Clarissa Gusmão Figueiró, Angélica de Cássia Oliveira Carneiro, Gérson Rodrigues Santos, Antônio Policarpo Souza Carneiro, Lucas de Freitas Fialho, Mateus Alves Magalhães, Carlos Miguel Simões da Silva, Vinícius Resende de Castro

Resumo


O objetivo deste estudo foi caracterizar as propriedades do carvão vegetal produzido em fornos retangulares industriais, por meio da análise de componentes principais. Para isto, foram amostrados três estoques industriais de carvão vegetal, provenientes dos Forno I e II, com capacidade volumétrica de 500m3 e 180m3 de madeira, respectivamente. Determinaram-se as características do carvão vegetal, como granulometria média, teor de finos, densidade a granel e composição química imediata. Foram realizadas as análises descritiva e de componentes principais com o objetivo de avaliar as relações entre as propriedades do carvão vegetal. De forma geral, para ambos os fornos, observou-se que a granulometria média teve uma relação negativa com teor de finos, enquanto a densidade a granel, relação positiva. No entanto, a relação entre o carbono fixo e teor de cinzas para o Forno I foi direta, e para o II foi inversa. As propriedades do carvão vegetal dos fornos retangulares, de forma geral, apresentam média assimetria. O carvão vegetal possui alta variabilidade nas suas propriedades, no entanto, é possível, por meio de ajustes operacionais, melhorar a qualidade do carvão para o consumidor final.

Palavras-chave


análise de componentes principais; carbono fixo; granulometria média

Texto completo:

PDF

Referências


Aboyeji, O.S.; Eigbokhan, S.F. Evaluations of groundwater contamination by leachates around Olusosun open dumpsite in Lago metropolis, southwest Nigeria. Journal of Environmental Management, v.183, p.333-341, 2016. https://doi.org/10.1016/j.jenvman.2016.09.002.

Andrews, S.S.; Karlen, D.L.; Mitchell, J.P.A comparison of soil quality indexing methods for vegetable production system in Northern California. Agricultural Ecosystem Environmental, v.90, n.1, p.25–45, 2002. https://doi.org/10.1016/S0167-8809(01)00174-8.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR 6922: carvão vegetal – Ensaios físicos determinação da massa específica (densidade a granel). Rio de Janeiro: ABNT, 1981. 2p.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR 7402: carvão vegetal – Determinação granulométrica. Rio de Janeiro: ABNT, 1982. 3p

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR 8112: carvão vegetal – Análise química imediata. Rio de Janeiro: ABNT, 1986. 5p.

Carneiro, A.C.O.; Vital, B.R.; Frederico, P.G.U.; Fialho, L.F.; Figueiró, C.G.; Silva, C.M.S. Efeito do material genético e do sítio na qualidade do carvão vegetal de madeira de curta rotação. Floresta, v.46, n.4, p.473–480, 2017. https://doi.org/10.5380/rf.v46i4.45704.

Castro, J.A.; Araújo, G.M.; Mota, I.O.; Sasaki, Y.; Yagi, J. Analysis of the combined injection of pulverized coal and charcoal into large blast furnaces. Journal of Materials Research and Technology, v.2, n.4, p.308-314, 2013. https://doi.org/10.1016/j.jmrt.2013.06.003.

Costa, L.J.; Trugilho, P.F.; Lima, J.T.; Simetti, R.; Bastos, T.A. Caracterização mecânica do carvão vegetal de clones Corymbia. Scientia Forestalis, v.45, n.116, p.629–639, 2017. https://doi.org/10.18671/scifor.v45n116.04.

Cruz, J.G., Barroso, R.C. Fabricação de ferro gusa em altos-fornos a carvão vegetal. Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2007. 108p.

Food and Agriculture Organization of the United Nations - FAO. FAOSTAT statistics database. 2018. http://faostat.fao.org. 10 Fev. 2018.

Gabriel, K.R. The biplot graphic display of matrices with application to principal component analysis. Biometrika, v.58, n.3, p.453-467, 1971. https://doi.org/10.1093/biomet/58.3.453.

Johnson, R.A.; Wichern, D.W. Applied multivariate statistical analysis. 6.ed. Upper Saddle River: Pearson Prentice Hall, 2007. 773p.

Juizo, C.G.F.; Lima, M.R.; Silva, D.A. Qualidade da casca e da madeira de nove espécies de eucalipto para produção de carvão vegetal. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.12, n.3, p.386-390. 2017. https://doi.org/10.5039/agraria.v12i3a5461.

Lobato, T.C.; Hauser-Davis, R.A.; Oliveira, T.F.; Silveira, A.M.; Silva, H. A.N.; Saraiva, A.C.F.; Tavares, M.R.M. Construction of a novel water quality index and quality indicator for reservoir water quality evaluation, a case study in the Amazon region. Journal of Hydrology, v.522, p.674-683, 2015. https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2015.01.021.

Oliveira, A.C.; Carneiro, A.C.O.; Pereira, B.L.C.; Vital, B.R.; Carvalho, A.M.M.L.; Trugilho, P.F.; Damásio, R.A.P. Otimização da produção do carvão vegetal por meio do controle de temperaturas de carbonização. Revista Árvore, v.37, n.3, p.557-566, 2013. https://doi.org/10.1590/S0100-67622013000300019.

Oliveira, F.C.C.; Pedrotti, A.; Felix, A.G.S.; Souza, J.L.S.; Holanda, F.S.R.; Mello, A.V. Características químicas de um Argissolo e a produção de milho verde nos Tabuleiros Costeiros sergipanos. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.12, n.3, p.354-360, 2017. https://doi.org/10.5039/agraria.v12i3a5464.

Pereira, B.L.C.; Carneiro, A.C.O.; Carvalho, A.M.M.L.; Colodette, J.L.; Oliveira, A.C.; Fontes, M.P.F. Influence of chemical composition of Eucalyptus wood on gravimetric yield and charcoal properties. BioResources, v.8, n. 3, p.4574–4592, 2013. https://doi.org/10.15376/biores.8.3.4574-4592.

R Core Team. R: A Language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing. Vienna: R Core Team, 2017. https://www.r-project.org. 10 Fev. 2019.

Santos, R.C.; Carneiro, A.C.O.; Trugilho, P.F.; Mendes, L.M.; Carvalho, A.M.L. Análise termogravimétrica em clones de eucalipto como subsídio para a produção de carvão vegetal. Cerne, v.18, n.1, p.143-151, 2012. https://doi.org/10.1590/S0104-77602012000100017.

Santos, R.C.; Carneiro, A.C.O.; Vital, B.R.; Castro, R.V.O.; Cidaurre, G.B.; Trugilho, P.F.; Castros, A.F.N.M. Influência das propriedades químicas e da relação siringil/guaiacil da madeira de eucalipto na produção de carvão vegetal. Ciência Florestal, v.26, n.2, p.657-669, 2016. https://doi.org/10.5902/1980509822765.

Santos, S.F.O.M.; Piekarski, C.M.; Ugaya, C.M.L.; Donato, D.B.; Braghini, A.; Francisco, A.C.; Carvalho, A.M.M.L. Life cycle analysis of charcoal production in masonry kilns with and without carbonization process generated gas combustion. Sustainability, v.9, n.9, e1558, 2017. https://doi.org/10.3390/su9091558.

Sindicato da Indústria de Ferro no Estado de Minas Gerais - SINDIFER. Anuário estatístico 2017. Belo Horizonte: SINDIFER, 2018. 25p.

Warrick, A.W.; Nielsen, D.R. Spatial variability of soil physical properties in the field. In: Hillel, D. (Ed.). Applications of soil physics. New York: Academic Press, 1980. cap. 2, p. 319-344.

Zanuncio, A.J.V.; Carvalho, A.G.; Silva, E.M.G.C.; Monteiro, T.C.; Lima, J.T.; Silva, J.R.M. Propriedades energéticas da madeira e carvão de Corymbia e Eucalyptus em diferentes condições de secagem. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.10, n.3, p.432-436, 2015. https://doi.org/10.5039/agraria.v10i3a3601.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Clarissa Gusmão Figueiró, Angélica de Cássia Oliveira Carneiro, Gérson Rodrigues Santos, Antônio Policarpo Souza Carneiro, Lucas de Freitas Fialho, Mateus Alves Magalhães, Carlos Miguel Simões da Silva, Vinícius Resende de Castro

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.