Prolina livre e flavonoides totais de Lippia origanoides submetidos a níveis de saturação por base e estresse hídrico - DOI:10.5039/agraria.v14i2a5652

Messulan Meira, Ernane Ronie Martins, Ivan Caldeira Almeida Alvarenga

Resumo


Objetivou-se avaliar o comportamento dos acessos de alecrim-pimenta (Lippia origanoides) em diferentes níveis de saturação por base e estresse hídrico a partir dos teores de prolina livre, flavonoides totais e acúmulo de silício. O experimento consistiu de cinco acessos submetidos a níveis de saturação por base com agrossilício (0,92; 2,47; 4,0; 5,55 e 7,09 g de Si), cujas avaliações foram feitas durante a irrigação diaria e sob suspensão hídrica de 10 dias. A prolina foi obtida por meio de ácido sulfosalicílio e ninhidrina ácida, o flavonoide foi a partir de extrato metanólico e cloreto de alumínio e o silício por meio de azulde-molibdênio. As absorbâncias foram registradas em 520 nm para a prolina, 425 nm para flavonoides e 660 nm para silício. Os resultados foram submetidos à análise de variância e de regressão a 5 % de significância. A melhor saturação por bases entre os acessos variou entre 20 a 50%. Os acessos ICA-3 e ICA-4 foram os que apresentaram a melhor produção para as duas variáveis, com capacidade de acumular até ±3,0 µmol g-¹ de prolina livre na matéria fresca e até ±250 mg RE g-¹ de flavonoide na matéria seca. O acesso ICA-3 apresentou maior acúmulo de silício nas folhas. Assim, a adição de 2,17 t ha-¹ de agrossilício em cultivo de Lippia origanoides, favorece a produção de metabolitos secundários sob estresse hídrico.


Palavras-chave


agrossilício; alecrim-pimenta; metabólito secundário; planta medicinal

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, M.M.B.; Lopes, M.F.; Sousa, P.H.M.; Nogueira, C.M. Determinação de umidade, fibras, lipídios, cinzas e sílica em plantas medicinais. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, v.21, n.2, p.343-350, 2003.

Alvarenga, I.C.A.; Queiroz, G.A.; Honório, I.C.G.; Valadares, R.V.; Martins, E.R. Free proline in Lippia sidoides Cham. under water stress before harvest. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.13, suplemento especial, p.539-541, 2011. https://doi.org/10.1590/S1516-05722011000500006.

Bianchi, L.; Germino, G.H.; Silva, M.A. Adaptação das plantas ao déficit hídrico, Acta Iguazu, v.5, n.4, p.15-32, 2016. http://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/16006/10892. 05 Nov. 2017.

Borgo, L.; Maur, C.J.; Vieira, L.G.E. Effects of high proline accumulation on chloroplast and mitochondrial ultraestructure and on osmotic adjustment in tobacco plants. Acta Scientiarum. Agronomy, v.37, n.2, p.191-199, 2015. https://doi.10.4025/actasciagron.v37i2.19.

Costa, B.N.S.; Dias, G.D.M.G.; Costa, I.D.J.S.; Assis, F.A.; Silveira, F.A.; Pasqual, M. Effects of silicon on the growth and genetic stability of passion fruit. Acta Scientiarum. Agronomy, v.38, n.4, p.503-511, 2016. https://doi.org/10.4025/actasciagron.v38i4.30939.

Curvêlo, C.R.S.; Rodrigues, F.A.; Pereira, L.F.; Silva, L.C.; Damatta, F.M.; Berger, P.G. Trocas gasosas e stress oxidative em plantas de algodoeiro supridas com silício e infectadas por Ramularia aréola. Bragantia, v.72, n.4, p.346-359, 2013. https://doi.org/10.1590/brag.2013.053.

Dianat, M.; Saharkhiz, M.J.; Tavassolian, I. Salicylic acid mitigates drought stress in Lippia citriodora L.: Effects on biochemical traits and essential oil yield. Biocatalysis and Agricultural Biotechnology, v.8, p.286-293, 2016. https://doi.org/10.1016/j.bcab.2016.10.010.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. Agência Embrapa de Informações Tecnológica - Ageitec. Árvore do conhecimento Soja. http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/soja/arvore/CONTAG01_37_271020069132.html. 20 Nov. 2017.

Ferreira, S.G.M.; Botelho, R.V.; Faria, C.M.D.R.; Mateus, M.A.F.; Zaluski, W.L. Development and fitossanity on plum trees treated with silicon in organic system. Revista Brasileira de Fruticultura, v.35, n.4, p.1059-1065, 2013. https://doi.org/10.1590/S0100-29452013000400017.

Fundação Arthur Bernardes da Universidade Federal de Viçosa – Funarbe. Sistema para análise estatística – SAEG. Versão 9.1. Viçosa: Fundação Arthur Bernardes da Universidade Federal de Viçosa, 2017. http://arquivo.ufv.br/saeg. 30 Ago. 2017.

Giongo, V.; Bohnen, H. Relação entre alumínio e silício em genótipos de milho resistente e sensível a toxidez de alumínio. Bioscience Journal, v.27, n.3, p.348-356, 2011. http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7386/7549. 05 Nov. 2017.

Karatas, I.; Ozturk, L.; Demir, Y.; Unlukara, A.; Kurunc, A.; Duzdemir, O. Alterations in antioxidant enzyme activities and proline content in pea leaves under long-term drought stress. Toxicology and Industrial Health, v.30, n.8, p.693-700, 2014. https://doi.org/10.1177/0748233712462471.

Mauad, M.; Costa, C.A.; Crusciol, H.G.F.; Machado, S.R. Deposição de sílica e teor de nitrogênio e silício em arroz. Semina: Ciências Agrárias, v. 34, n.4, p. 1653-1662, 2013. https://doi.10.5433/1679-0359.2013v34n4p1653.

Monteiro, J.G.; Cruz, F.J.R.; Nardin, M.B.; Santos, D.M.M. Crescimento e conteúdo de prolina em plântulas de guandu submetidas a estresse osmótico e à putrescina exógena. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.49, n.1, p.18-25, 2014. https://doi.10.1590/S0100-204X2014000100003.

Ragagnin, R.C.G.; Albuquerque, C.C.; Oliveira, F.F.M.; Santos, R.G.; Gurgel, E.P.; Diniz, J.C.; Rocha, S.A.S.; Viana, F.A. Effect of salt stress on the growth of Lippia gracilis Schauer ando n the quality of its essential oil. Acta Botanica Brasilica, v.28, n.3, p.346-351, 2014. https://doi.10.1590/0102-33062014abb3369.

Ribeiro, M.S.S.; Costa, R.S.; Amorim, A.V.; Lacerda, C.F.; Dias, N.S. Biometria e óleo essencial de alecrim pimenta cultivado em diferentes épocas e condições de luminosidade. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v.10, n.6, p.1086-1095, 2016. https://doi.10.7127/rbai.v10n600539.

Sá, F.V.S.; Araujo, J.L.; Oliveira, F.S.; Silva, L.A.; Moreira, R.C.L.; Silva Neto, A.N. Influence of silicon in papaya plant growth. Científica, v.43, n.1, p.77-83, 2015. https://doi.org/10.15361/1984-5529.2015v43n1p77-83.

Santos, M.D.; Blatt, C.T.T. Teor de flavonóides e fenóis totais em folhas de Pyrostegia venusta Miers. de mata e de cerrado. Brazilian Journal of Botany, v.21, n.2, p.135-140, 1998. https://doi.org/10.1590/S0100-84041998000200004.

Schleier, R.; Galitesi, C.R.L.; Ferreira, E.C.M. Silício e cálcio – uma abordagem antroposófica. Arte Médica Ampliada, v.34, n.3, p.102-113, 2014. http://abmanacional.com.br/arquivo/b5a7f787bfedac3cf77b4a2115f006b55f3f92d9-34-3-silicio-e-calcio.pdf. 08 Jul. 2018.

Sebastian, D.; Rodrigues, H.; Kinsey, C.A. 5-day method for determination of soluble silicon concentrations on nonliquid fertilizer materials using a sodium carbonate-ammonium nitrate extractant followed by visible spectroscopy with heteropoly blue analysis: Single-Laboratory Validation. Journal of AOAC International, v.96, n.2, p.251-259, 2013. https://doi.org/10.5740/jaoacint.12-243.

Silva, L.R.; Vale, L.; Calou, B.F.; Meireles de Deus, M.S,; Ferreira, P.M.P; Peron, A.P. Flavonóides: constituição química, ações medicinais e potencial tóxico. Acta Toxicológica Argentina, v.23, n.1, p.36-43, 2015. http://www.scielo.org.ar/pdf/ata/v23n1/v23n1a04.pdf. 22 Jun. 2018.

Souza, L.M. Flavonoides totais, atividade antioxidante e variação sazonal da composição química do óleo essencial de alecrim-pimenta (Lippia origanoides Kunth.). Montes Claros: Universidade Federal de Minas Gerais, 2015. 118p. Dissertação Mestrado. http://hdl.handle.net/1843/NCAP-9XXHP9. 05 Nov. 2017.

Taiz, L.; Zeiger, E. Fisiologia vegetal. 5.ed. Porto Alegre: Artmed, 2013. 918p.

Teodoro, P.E.; Ribeiro, L.P.; Oliveira, E.P.; Corrêa, C.C.G.; Torres, F.E. Dry mass in soybean in response to application leaf with silicon under conditions water deficit. Biocience Journal, v.31, n.1, p.161-179, 2015. https://doi.org/10.14393/BJ-v31n1a2015-22283.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Messulan Meira, Ernane Ronie Martins, Ivan Caldeira Almeida Alvarenga

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.