Desempenho de pessegueiro ‘BRS Libra’ autoenraizado e enxertado sobre porta-enxertos clonais em Minas Gerais - DOI:10.5039/agraria.v14i1a5610

Emerson Dias Gonçalves, Vanessa da Fontoura Custódio Monteiro, Newton Alex Mayer, Pedro Henrique Abreu Moura, Ângelo Albérico Alvarenga, Luis Eduardo Corrêa Antunes, Renato Trevisan, Joaquim Gonçalves de Pádua

Resumo


Um dos principais problemas da persicultura brasileira é a falta de homogeneidade das plantas em função da propagação sexuada dos porta-enxertos, o que provoca grande variação no desempenho agronômico da cultivar copa. Diante disso, objetivou-se avaliar, nas condições edafoclimáticas do sul de Minas Gerais, o desempenho vegetativo, produtivo e a qualidade de frutos de pessegueiro ‘BRS Libra’ autoenraizado e enxertado em 23 porta-enxertos clonais. O estudo foi desenvolvido de 2014 a 2017 na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG). O experimento foi instalado em delineamento casualizado em blocos e as plantas foram conduzidas no sistema Y com espaçamento de 5,0 x 1,5 m, sem irrigação. Foram avaliados o incremento anual do diâmetro do caule dos porta-enxertos e enxertos, sobrevivência das plantas, eficiência produtiva, produção e produtividade, além da massa fresca, tamanho e teor de sólidos solúveis dos frutos. Os porta-enxertos com melhor desempenho agronômico e possibilidade de utilização no sul de Minas Gerais foram ‘Okinawa’, ‘Flordaguard’, ‘Tsukuba-2’, ‘De Guia’ e ‘Rigitano’, além das plantas autoenraizadas.

Palavras-chave


compatibilidade de enxertia; eficiência produtiva; Prunus persica (L.) Batsch; qualidade de fruto

Texto completo:

PDF PDF

Referências


Comiotto, A.; Fachinello, J.C.; Hoffmann, A.; Galarça, S.P.; Machado, N.P.; Prezotto, M.E.; Hass, L.B. Desenvolvimento, produção e qualidade dos frutos de pessegueiros enxertados sobre diferentes porta-enxertos. Semina: Ciências Agrárias, v. 34, n.6, supl. 1, p. 3553-3562, 2013. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n6Supl1p3553.

Gainza, F.; Opazo, I.; Guajardo, V.; Meza, P.; Ortiz, M.; Pinochet, J.; Muñoz, C. Rootstock breeding in Prunus species: On going efforts and new challenges. Chilean Journal of Agricultural Research, v. 75, supl. 1, p. 6-16, 2015. https://doi.org/10.4067/S0718-58392015000300002.

Gonçalves, E.D.; Alvarenga, A.A.; Antunes, L.E.C. O cultivo do pessegueiro em Minas Gerais. In: Raseira, M.C.B.; Pereira, J.F.M.; Carvalho, F.L.C. (Eds.). Pessegueiro. Brasília: Embrapa, 2014. p. 670-674.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Produção agrícola 2017. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pesquisa/15/11948. 12 Abr. 2018.

Instituto Nacional de Meteorologia - INMET. Normais climatológicas. http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=clima/normaisClimatologicas. 20 Abr. 2018.

Loreti, F.; Massai, R. State of the art on peach rootstocks and orchard systems. Acta Horticulturae, v.713, p.253-268, 2006. https://doi.org/10.17660/ActaHortic.2006.713.37.

Madail, J.C.M.; Reichert, L.J.; Dossa, D. Análise da rentabilidade dos sistemas empresarial e familiar de produção de pêssego no sul do Rio Grande do Sul. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2002. 43 p.

Mathias, C.; Mayer, N.A.; Mattiuz, B.; Pereira, F.M. Efeito de porta-enxertos e espaçamentos entre plantas na qualidade de pêssegos 'Aurora-1'. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 30, n.1, p. 165-170, 2008. https://doi.org/10.1590/S0100-29452008000100030.

Mayer, N.A.; Bianchi, V.J.; Castro, L.A.S. Porta-enxertos. In: Raseira, M.C.B.; Pereira, J.F.M.; Carvalho, F.L.C. (Eds.). Pessegueiro. Brasília: Embrapa, 2014. p. 173-223.

Mayer, N.A.; Ueno, B.; Fischer, C.; Migliorini, L.C. Porta-enxertos clonais na produção de mudas de frutíferas de caroço. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2015. 39 p. (Embrapa Clima Temperado. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 216). http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/140209/1/Boletim-216-capa.pdf. 09 Abr. 2018.

Mayer, N.A.; Ueno, B.; Fischer, C.; Migliorini, L.C. Propagação vegetativa de frutíferas de caroço por estacas herbáceas em escala comercial. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2013. 55 p. (Embrapa Clima Temperado. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 195). http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/106219/1/Boletim-195-web.pdf. 09 Abr. 2018.

Mestre, L.; Reig, G.; Betrán, J.A.; Pinochet, J.; Moreno, M.A. Influence of peach–almond hybrids and plum-based rootstocks on mineral nutrition and yield characteristics of ‘Big Top’ nectarine in replant and heavy-calcareous soil conditions. Scientia Horticulturae, v. 192, p. 475-481, 2015. https://doi.org/10.1016/j.scienta.2015.05.020.

Neves, T.R.; Mayer, N.A.; Ueno, B. Graft incompatibility in Prunus spp. Preceded by SPAD index reduction. Semina: Ciências Agrárias, v. 38, n.2, p. 635-648, 2017. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2017v38n2p635.

Pereira, F.M.; Mayer, N.A. Pessegueiro: tecnologias para a produção de mudas. Jaboticabal: Funep, 2005. 65 p.

Pereira, I.S.; Fachinello, J.C.; Antunes, L.E.C; Campos, A.D; Pina, A. Incompatibilidade de enxertia em Prunus. Ciência Rural, v. 44, n. 9, p.1519-1526, 2014. https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20131074.

Picolotto, L.; Manica-Berto, R.; Pazin, D.; Pasa, M.S.; Schmitz, J.D.; Prezotto, M.E.; Betemps, D.; Bianchi, V.J.; Fachinello, J.C. Características vegetativas, fenológicas e produtivas do pessegueiro cultivar Chimarrita enxertado em diferentes porta-enxertos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 44, n.6, p.583-589, 2009. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2009000600006.

Pressi, M. Avaliação de porta-enxertos clonais de pessegueiro nas condições edafoclimáticas de Chapecó-SC. Chapecó: Universidade Federal da Fronteira Sul, 2015. 53 p. Trabalho Conclusão Curso. https://rd.uffs.edu.br/handle/prefix/1505. 13 Abr. 2018.

Raseira, M.C.B.; Nakasu, B.H.; Pereira, J.F.M.; Citadin, I. 'BRS Libra': cultivar de pessegueiro lançada pela EMBRAPA, em 2009. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 32, n.4, p. 1272-1274, 2010. https://doi.org/10.1590/S0100-29452011005000008.

Reboita, M.S.; Rodrigues, M.; Silva, L.F.; Alves, M.A. Aspectos climáticos do estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Climatologia, v.17, p. 206-226, 2015. https://doi.org/10.5380/abclima.v17i0.41493.

Reisser Júnior, C.; Timm, L.C; Tavares, V.E.Q. Características do cultivo de pêssegos da região de Pelotas-RS, relacionadas à disponibilidade de água para as plantas. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2008. 21 p. (Embrapa Clima Temperado. Documentos, 240). http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CPACT-2009-09/11816/1/documento_240.pdf. 09 Abr. 2018.

Sherman, W.B.; Lyrene, P.M.; Sharpe, R.H. Flordaguard peach Rootstock. HortScience, v. 26, n. 4, p. 427-428, 1991. http://hortsci.ashspublications.org/content/26/4/427. 18 Abr. 2018.

Souza, A.L.K. A clonagem de porta-enxertos afeta o comportamento inicial a campo de plantas de pessegueiro. Pelotas: Universidade Federal de Pelotas, 2014. 99p. Tese Doutorado. http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1147. 11 Abr. 2018.

Souza, F.B.M.; Alvarenga, A.A.; Pio, R.; Gonçalves, E.D.; Patto, L.S. Produção e qualidade dos frutos de cultivares e seleções de pessegueiro na Serra da Mantiqueira. Bragantia, v. 72, n. 2, p. 133-139, 2013. https://doi.org/10.1590/S0006-87052013005000024.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Emerson Dias Gonçalves, Vanessa da Fontoura Custódio Monteiro, Newton Alex Mayer, Pedro Henrique Abreu Moura, Ângelo Albérico Alvarenga, Luis Eduardo Corrêa Antunes, Renato Trevisan

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2018

h5 index: 12

h5 median: 14

Mais detalhes

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.