Vazões mínimas e de referência e rendimento específico para o estado de Minas Gerais - DOI:10.5039/agraria.v12i4a5467

Lucas Alves da Silva, Antônio Marciano da Silva, Gilberto Coelho, Leandro Campos Pinto, Eliete Nazare Eduardo

Resumo


Para a adequada gestão dos recursos hídricos, especialmente nas atividades de administração como, por exemplo, na concessão de uso dos recursos hídricos para uma dada finalidade, a disponibilidade hídrica precisa ser conhecida. Para superar a dificuldade existente na obtenção de informações hidrológicas, necessárias ao adequado gerenciamento dos recursos hídricos de uma região, utiliza-se a técnica de regionalização de vazões. Utilizou-se modelos matemáticos para a estimativa das vazões Q7,10, Q90 e QMLT nas bacias hidrográficas dos Rios Doce, Paraíba do Sul, Grande, Paranaíba, São Francisco, Pardo, Jequitinhonha, Mucuri e São Mateus, no estado de Minas Gerais. A espacialização foi feita na forma de Rendimento Específico em ambiente SIG. De acordo com os resultados obtidos, a espacialização das variáveis hidrológicas em ambiente SIG, mostrou-se com potencial para subsidiar a gestão e o planejamento dos recursos hídricos.


Palavras-chave


disponibilidade hídrica; regionalização de vazão; zoneamento hidrológico

Texto completo:

PDF

Referências


Antunes, F. Z. Caracterização climática do estado de Minas Gerais. Informe Agropecuário, v. 12, n.139, p.9-13, 1986.

Baena, L. G. N.; Silva, D. D.; Pruski, F. F.; Calijuri, M. L. Regionalização de vazões com base em modelo digital de elevação para a bacia do rio Paraíba do Sul. Engenharia Agrícola, v.24, n.3, p.612-624, 2004. https://doi.org/10.1590/S0100-69162004000300013.

Camargo, A. P.; Sentelhas, P.C. Avaliação do desempenho de diferentes métodos de estimativa da evapotranspiração potencial no estado de São Paulo. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v.5, n.1, p.89-97, 1997. https://www.researchgate.net/profile/Paulo_Sentelhas/publication/284194031. 03 Jan. 2017.

Euclydes, H. P.; Ferreira, P. A.; Rubert, O. A. Santos, R. M. Regionalização hidrológica na bacia do Alto São Francisco a montante da barragem de Três Marias, MG. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v.6, n.2, p.81-105, 2001. https://doi.org/10.1590/10.21168/rbrh.v6n2.p81-105.

Fernandes, M. R. (Coord.). Minas Gerais: caracterização de unidades de paisagem. Belo Horizonte: EMATER, 2013. 92 p.

Figueiredo, L. H. A. Degradação de pastagens em solos da região do Vale do Mucuri, MG. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2004. 69p. Tese Doutorado. http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10859. 05 Mar. 2017.

Hidroweb. Banco de dados, 2014. http://www.snirh.gov.br/hidroweb. 12 Mar. 2017.

Legates, D. R.; McCabe Júnior, G. J. Evaluating the use of “goodness-of-fit” measures in hydrologic and hydroclimatic model validation. Water Resources Research, v. 35, n.1, p.233-241, 1999. https://doi.org/10.1029/1998WR900018.

Mello, C. R.; Silva, A. M.; Coelho, G.; Marques, J. J. G. S. M.; Campos, C. M. M. Recursos Hídricos. In: Scolforo, J. R. S.; Carvalho, L. M. T.; Oliveira, A. D. (Orgs.). Zoneamento ecológico-econômico do Estado de Minas Gerais: componentes geofísicos e biótico. Lavras: Editora UFLA, 2008. v. 1, p.103-135.

Mello, C. R.; Viola, M. R.; Beskow, S. Vazões máximas e mínimas para bacias hidrográficas da região Alto Rio Grande, MG. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n.2, p. 494-502, 2010. https://doi.org/10.1590/S1413-70542010000200031.

Menezes, M. D. Levantamento pedológico de hortos florestais e mapeamento digital de atributos físicos do solo para estudos hidrológicos. Lavras: Universidade Federal de Lavras, 2011. 225p. Tese Doutorado. http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3575. 11 Fev. 2017.

Menezes, M. D.; Junqueira Júnior, J. A.; Mello, C. R.; Silva, A. M.; Curi, N.; Marques, J. J. Dinâmica hidrológica de duas nascentes, associada ao uso do solo, características pedológicas e atributos físico-hídricos na sub-bacia hidrográfica do Ribeirão Lavrinha, Serra da Mantiqueira, MG. Scientia Forestalis, v. 37, n. 82, p.175-184, 2009. http://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr82/cap07.pdf. 10 Mar. 2017.

Pereira, S. B.; Pruski, F. F.; Silva, D. D.; Ramos, M. M. Estudo do comportamento hidrológico do Rio São Francisco e seus principais afluentes. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.11, n.6, p.615–622, 2007. https://doi.org/10.1590/S1415-43662007000600010.

Pinto, L. C.; Lima, P.L.T.; Silva Junior, J. J. Probabilistic models for estimation extreme values of watershed flow rates. Revista Agrogeoambiental, v. 7, n.1, p.105-112, 2015. https://doi.org/10.18406/2316-1817v7n12015602.

Silva, A. M.; Oliveira, P. M.; Mello, C. R.; Pierangeli, C. Vazões mínimas e de referência para outorga na região Alto do Rio Grande, Minas Gerais. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.10, n. 2, p.374-380, 2006. https://doi.org/10.1590/S1415-43662006000200019.

Silva, L. A.; Silva, A. M.; Coelho, G.; Mello, C. R.; Pereira, D. R. Groundwater recharge estimate at Alto Rio Grande – MG watershed. Engenharia Agrícola, v.32, n.6, p.1097-1108, 2012. https://doi.org/10.1590/S0100-69162012000600011.

Silva, V. A.; Curi, N.; Marques, J. J. G. S. M.; Carvalho, L. M. T.; Santos, W. J. R. Soil maps, field knowledge, forest inventory and Ecological-Economic Zoning as a basis for agricultural suitability of lands in Minas Gerais elaborated in GIS. Ciência e Agrotecnologia, v. 37, n.6, p.538-549, 2013. https://doi.org/10.1590/S1413-70542013000600007.

Silvino, A. N. O.; Silveira, A.; Musis, C. R.; Wyrepkowski, C. C.; Conceição, F. T. Determinação de vazões extremas para diversos períodos de retorno para o Rio Paraguai utilizando métodos estatísticos. Geociências, v. 26, n. 4, p. 369-378, 2007. http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/GEOSP/article/view/9652. 01 Mar. 2017.

Sistema computacional para análises hidrológicas - SisCAH. Viçosa: UFV, 2009. http://www.gprh.ufv.br/?area=softwares. 05 Jan. 2017.

Souza, S.M.T. Deflúvios superficiais no estado de Minas Gerais. Belo Horizonte: Hidrossistemas, 1993. 264p.

Tucci, C. E. M. Regionalização de vazões. 4.ed. Porto Alegre: UFGRS, 2012. 943p.

Vezza, P.; Comoglio, C.; Rosso, M.; Viglione, A. Low flows regionalization in North-Western Italy. Water Resources Management, v.24, n.14, p.4049-4074, 2010. https://doi.org/10.1007/s11269-010-9647-3.

Viola, M. R.; Mello, C. R.; Acerbi Júnior, F. W.; Silva, A. M. Modelagem hidrológica na Bacia Hidrográfica do Rio Aiuruoca, MG. Revista Brasileira Engenheira Agrícola e Ambiental, v.13, n.5, p.581-591, 2009. https://doi.org/10.1590/S1415-43662009000500011.

Willmott, C. J. On the validation of models. Physical Geography, v.2, n.2, p.184-194, 1981.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Lucas Alves da Silva, Antônio Marciano da Silva, Gilberto Coelho, Leandro Campos Pinto, Eliete Nazare Eduardo

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.