Colagem de compensados com adesivo à base de taninos de Acacia mangium Wild. cultivada no Nordeste do Brasil - DOI:10.5039/agraria.v15i4a8659

Jaltiery Bezerra de Souza, Tatiane Kelly Barbosa de Azevêdo, Thaís Brito Sousa, Gualter Guenther Costa da Silva, José Benedito Guimarães Jr., Alexandre Santos Pimenta

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade de painéis compensados colados com taninos da casca de Acacia mangium Wild., comparando o desempenho de colagem com dois adesivos comerciais. Extrato bruto da casca de A. mangium obtido com água quente foi utilizado na síntese de uma formulação adesiva. Doze painéis compensados de 5 lâminas foram produzidos, quatro painéis por adesivo. A resistência à flexão estática e o módulo de elasticidade foram determinados e também a dureza Janka. Foram obtidas a porcentagem de absorção de água após 2 e 24 horas de imersão. Com relação às propriedades mecânicas, não houve diferença estatística entre o adesivo produzido com taninos de A. mangium e os adesivos comerciais. Entretanto, tendo como base os resultados de absorção de água, os painéis colados com taninos de A. mangium são indicados para uso interno em função da sua alta absorção.

Palavras-chave


propriedades físico-mecânicas; adesivos renováveis; painéis de madeira

Texto completo:

PDF (English)

Referências


Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR-9433: Painéis de madeira compensada – determinação dos módulos de elasticidade em resistência à flexão. Rio de Janeiro: ABNT, 1986a.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR-9486: Painéis de madeira compensada - determinação da absorção de água. Rio de Janeiro: ABNT, 1986b.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR-9534: Painéis de madeira compensada – determinação da resistência da colagem ao esforço de cisalhamento. Rio de Janeiro: ABNT, 1986c.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. NBR CB-31: projeto de normas 31.000.05.001/1: chapas de madeira compensada. Rio de Janeiro: ABNT, 2001.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. (2006) NBR 14810-3: chapas de madeira aglomerada - parte 3 - métodos de Ensaio. Rio de Janeiro: ABNT, 2006.

Araújo, J. S. C.; Castilho, A. R. F; Lira, A. B.; Pereira, A. V.; Azevêdo, T. K. B.; Costa, E. M. M. B.; Pereira, M. S. D. V.; Pessoa, H. L. F.; Pereira, J. V. Antibacterial activity against cariogenic bacteria and cytotoxic and genotoxic potential of Anacardium occidentale L. and Anadenanthera macrocarpa (Benth.) Brenan extracts. Archives of Oral Biology, v.85, n.8, p.113-119, 2018. https://doi.org/10.1016/j.archoralbio.2017.10.008.

American Society for Testing and Materials – ASTM. ASTM D1490-01. Standard test method for nonvolatile content of urea-formaldehyde resin solutions. West Conshohocken: ASTM International, 2006. 2p.

American Society for Testing and Materials – ASTM. ASTM D1084-97. Standard test methods for viscosity of adhesives. West Conshohocken: ASTM International, 1997. 5p.

Azevêdo, T. K. B.; Paes, J. B.; Calegari, L.; Santana, G. M. Teor de taninos condensados presente na casca de Jurema-preta (Mimosa tenuiflora) em função das fenofases. Floresta e Ambiente, v.24, e00026613, 2017. https://doi.org/10.1590/2179-8087.026613.

Balieiro, F.C.; Dias, L.E.; Franco, A.A.; Campello, E.F.C.; Faria, S.M. Acúmulo de nutrientes na parte aérea, na serapilheira acumulada sobre o solo e decomposição de filódios de Acacia mangium Willd. Ciência Florestal, v.14, n.1, p.59-65, 2004. https://doi.org/10.5902/198050981781.

Carvalho, A. G.; Zanuncio, A. J. V.; Mori, F. A.; Mendes, R. F.; Mendes, L. M. Adesivos naturais e sintéticos em painéis compensados. Ciência da Madeira, v.7, n.1, p.28-35, 2016. https://doi.org/10.12953/2177-6830/rcm.v7n1p28-35.

Carvalho, R. S.; Carollo, C. A.; Magalhães, J. C.; Palumbo, J. M. C.; Boaretto, A. G.; S, I. C. N.; Ferraz, A. C.; Lima, W. G.; Siqueira, J. M.; Ferreira, J. M. S.; Antibacterial and antifungal activities of phenolic compound-enriched ethyl acetate fraction from Cochlospermum regium (mart. Et. Schr.) pilger roots: mechanisms of action and synergism with tannin and gallic acid. South African Journal of Botany, v.114, p.181–187, 2018. https://doi.org/10.1016/j.sajb.2017.11.010.

Chan, J.M.; Day, P.; Feely, J.; Thompson, R.; Little, K.M.; Norris, C.H. Acacia mearnsii industry overview: current status, key research and development issues, Southern Forests: a Journal of Forest Science, v.77, n.1, p.19-30, 2015. https://doi.org/10.2989/20702620.2015.1006907.

Durval, A.; Couture, G.; Cailol, S.; Ayérous, L. Biobased and aromatic reversible thermoset networks from condensed tannins via the diels-alder reaction. ACS Sustainable Chemistry & Engineering, v.5, n.1, p.1199–1207, 2017. https://doi.org/10.1021/acssuschemeng.6b02596.

European Committee for Standardization - ECS. EN 314-2 - Plywood—bonding quality—Part 2: requirements. Brussels: ECS, 1993.

Goulart, S. L.; Mori, F. A.; Almeida, N.F.; Mendes, R. F.; Mendes, L. M. Resistência ao cisalhamento de painéis compensados produzidos com adesivo à base de taninos de Stryphnodendron adstringens (barbatimão). Floresta e Ambiente, v.19, n.3, p.308-315, 2012. http://dx.doi.org/10.4322/floram.2012.036.

Guangcheng, Z.; Yunly, L.; Yazaki, Y. Extractive yields, Stiasny values and polyflavonoid content in barks from six acacia species in Australia. Australian Forestry, v. 54, n.3, p. 154-156, 1991. https://doi.org/10.1080/00049158.1991.10674572.

Gujrathi, A. M.; Babu, B. V. Environment friendly products from black wattle. Energy Education Science and Technology, v.19, n.1, p.37-44, 2007. https://www.researchgate.net/publication/228652682. 13 May. 2020.

Hillig, E.; Haselein, C. R.; Santini, E. J.; Propriedades mecânicas de chapas aglomeradas estruturais fabricadas com madeiras de pinus, eucalipto e acácia-negra. Ciência Florestal, v.12, n.1, p.59-70, 2002. https://doi.org/10.5902/198050981701.

Hoong, Y. B.; Paridah, T.; Loh, Y. F.; Jalaluddin, H.; Chuah, L. A. A new source of natural adhesive: Acacia mangium bark extracts co-polymerized with phenol-formadehyde (PF) for bonding mempisang (Annonaceae spp.) veneers. International Journal of Adhesion and Adhesives, v.31, n.3, p.164-167, 2011. https://doi.org/10.1016/j.ijadhadh.2010.12.002.

Hoong, Y. B.; Paridaha, M. T.; Luqmanb, C. A.; Kohc, M. P.; Lohd, Y. F. Fortification of sulfited tannin from the bark of Acacia mangium with phenol–formaldehyde for use as plywood adhesive. Industrial Crops and Products, v.30, n.3, p.416–421, 2009. https://doi.org/10.1016/j.indcrop.2009.07.012.

Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – IDEMA. Perfil do seu município: Macaíba. Natal: IDEMA, 2013. 23p. http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/idema/DOC/DOC000000000016679.PDF. 29 Mar. 2020.

Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais – IPEF. Identificação de espécies florestais. Acacia mangium (Acácia). https://www2.ipef.br/identificacao/acacia.mangium.asp. 19 Mar. 2020.

Iwakiri, S.; Manhiça, A. A.; Ramirez, M. G. L.; Matos, J. L. M.; Bonduelle, G. M.; Prata, J. G. Avaliação da qualidade de painéis compensados de Pinus maximinoi, Pinus oocarpa e Pinus tecunumannii com diferentes composições estruturais. Ciência Florestal, v.22, n.2, p.315-321, 2012. https://doi.org/10.5902/198050985738.

Kollman, F. F. P.; Kuenzi, A.; Stamm, A. J. Principles of wood science and technology: II wood-based materials. 2.ed. Berlin: Springer-Verlag, 2013. 703p.

Lima, N. N.; Pio, N. S.; Cunha, U. S.; Lucas Filho, F. C.; Barbosa Filho, J. Influência da gramatura na resistência da linha de cola aos esforços de cisalhamento em painéis compensados de Copaifera duckei Dawyer e Eperua oleifera Ducke. Acta Amazonica, v.41, n.1, p.83-90, 2011. https://doi.org/10.1590/S0044-59672011000100010.

Mori, F. A.; Vital, B. R.; Pimenta, A. S.; Ferraz, V. P. Estudo de taninos da casca de Eucalyptus urophylla S.T. Blake para produção de adesivos. Revista Árvore, v. 25, n. 2, p.257-263, 2001.

Nascimento, A. M.; Garcia, R. A.; Della Lucia, R. M. Qualidade de adesão de juntas coladas de diferentes espécies comerciais de madeira. Cerne, v. 19, n. 4, p. 593-601, 2013. https://doi.org/10.1590/S0104-77602013000400009.

Nepomuceno, T. C.; Ferreira, W. B.; Paiva, W.; Diniz, T. R; Santos, W. B. Aplicabilidade de coagulantes a base de tanino em estações de tratamento de água. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, v. 9, n. 7, p.110-123, 2018. https://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2018.007.0011.

Özbay, G.; Ayrilmis, N. Bonding performance of wood bonded with adhesive mixtures composed of phenol-formaldehyde and bio-oil. Industrial Crops and Products; v.66, p.68-72, 2015. https://doi.org/10.1016/j.indcrop.2014.12.028.

Paes, J. B.; Santana, G. M.; Azevedo, T. K. B.; Morais, R. M.; Calixto, J. T. JR. Substâncias tânicas presentes em várias partes da árvore angico-vermelho (Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan. var. cebil (Gris.) Alts.). Scientia Forestalis, v.38, n.87, p.441-447, 2010. https://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr87/cap11.pdf. 29 Mar. 2020.

Pizzi, A. Advances wood adhesives technology. New York: Marcel Dekker, 1994. Chap. 5, p.149-218.

Silva, B. C.; Vieira, M. C.; Oliveira, G. L.; Gonçalves, F. G.; Rodrigues, N. D.; Lelis, R. C.; Iwakiri, S. Qualidade de compensados fabricados com adesivos à base de tanino-formaldeído de Pinus oocarpa e fenol-formaldeído. Floresta e Ambiente, v.19, n.4, p.511-519, 2012. https://doi.org/10.4322/floram.2012.057.

Zhang, Z.; Wang, X. M.; Casilla, R.; Cooper, P.; Huang, Z.; Wang, X. Impact of curing condition on pH and alkalinity of structural wood adhesives. Journal of Applied Polymer Science, v. 117, n.5, p. 2888–2898, 2010. https://doi.org/10.1002/app.32201.

Zhou, X.; Pizzi, A. Pine tannin adhesives for plywood. International Wood Products Journal, v.5, n.1, p.27–32, 2014. https://doi.org/10.1179/2042645313Y.0000000043.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Jaltiery Bezerra de Souza, Tatiane Kelly Barbosa de Azevêdo, Thaís Brito Sousa, Gualter Guenther Costa da Silva, José Benedito Guimarães Jr., Alexandre Santos Pimenta

SCImago Journal & Country Rank

Google Scholar

2020

h5 index: 11

h5 median: 12

Mais detalhes

“Este periódico é filiado à

Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária)

ISSN (ON LINE) 1981-0997

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos Recife-Pernambuco-Brasil 52171-900

agrarias.prppg@ufrpe.br

secretaria@agraria.pro.br

 Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da Agrária, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons.